Aprenda como regular e trocar os cabos do freio V-Brake

Com o passar do tempo, freada aqui, freada ali, o cabo do freio vai relaxar

Publicado em 2 de abril de 2011 às 15:57

COLABOROU: Alberto Huber

Muitas mountain bikes já vêm com V-Brakes de fábrica, que são mais macios, atuam melhor na frenagem da bike e consomem menos energia do ciclista que os antigos Cantilever. O preço deles hoje em dia já não assustam mais. Várias são as marcas que produzem V-Brakes. As mais conhecidas são as Shimano, a Avid e a Tektro.

A regulagem básica:

Com o passar dos quilômetros é normal que as sapatas se desgastem, criando uma distância maior entre elas e a superfície dos aros, tornando a frenagem menos eficiente. É como se diz – os freios ficam baixos – aí é hora de regular os freios.

Para uma regulagem mais simples apenas gire o regulador no sentido horário, que as sapatas vão se aproximar do aro (a Shimano recomenda 2mm de espaço entre a sapata e o aro) e os freios ficarão altos de novo.

Foto 1

Com o passar do tempo, freada aqui, freada ali, o cabo do freio vai relaxar. Quando você notar que a distância entre o regulador e o manete for de uns 5mm (FOTO 1) é hora de esticar o cabo. Veja passo número 8.

Troca do cabo:

Após algum tempo é normal o cabo ficar muito sujo, com uma mistura de poeira e graxa, além é claro, do cabo ficar relaxado devido ao uso. Um cabo novo, além de ser mais seguro, desliza mais facilmente por dentro dos conduítes e proporciona uma freada mais macia e eficaz. Cabos custam muito barato: entre R$ 3 e 6. A substituição do cabo deve ser feita periodicamente e com um pouco de habilidade, você mesmo vai poder fazer.

Você vai precisar de:

1) Cabo de aço de freio;
2) Chave allen 5;
3) Alicate comum;
4) Chave phillips;
5) Um pouquinho de graxa.

 

Para substituir o cabo:

1) Solte o parafuso de fixação do cabo com uma allen 5 (FOTO 2). Retire o terminal do cabo usando um alicate.

2) Retire os conduítes e o cabo com cuidado para não perder os o’rings de proteção ou outros componentes do cabo.

3) Desencaixe e retire o cabo do manete.

Remontagem:

Basicamente, siga a ordem inversa.

Foto 3

4) Deixe o regulador do freio totalmente encostado no manete, mas sem apertar. Encaixe o cabo no manete novamente.

5) Lubrifique o cabo (FOTO 3) no trecho em que ele se aloja dentro do conduíte. (use graxa à base de lítio, a automotiva Marfak da Texaco, por exemplo).

Dica do Alberto:

Foto 4

No final do conduíte, já próximo do V-Brake, existe um caninho curvo (FOTO 4). Dentro desse caninho curvo há um conduíte de plástico que deve ser retirado e limpo. Use para isso o cabo antigo e WD-40. Se tiver ar comprimido também pode ser usado.

6) Recoloque o cabo, encaixe os conduítes em seus suportes. Não se esqueça de recolocar os o’rings para a proteção da pintura, se houver.

7) Passe o cabo por dentro da sanfoninha que fica entre as hastes do freio e por fim o cabo deve passar sob o parafuso de fixação do cabo.

Atenção: Antes de apertar o parafuso de fixação, verifique a distância entre o suporte do cabo e o parafuso de fixação. Normalmente esta distância é algo em torno dos 39-50mm (FOTO 5). Veja tabela abaixo.

8) Enquanto estica o cabo com um alicate, aperte o parafuso de fixação com a allen 5 respeitando a distância.

9) Corte o excesso de cabo, deixando uns 50 mm de sobra.

10) Coloque o terminal na ponta do cabo para evitar acidentes.

Dica: Após a montagem, acione o manete e veja como está o funcionamento, e, se ficou demasiado duro, solte um pouco o cabo junto ao parafuso de fixação.

Distância em mm do suporte até o parafuso de fixação do cabo, para freios Shimano, segundo o Catálogo Shimano 2000:
LX – 39 ou mais
Deore – 39 ou mais
Nexave – 46 ou mais
XT – 45 ou mais
XTR – 39 ou mais
Outras marcas de freios têm valores semelhantes a estes.

Outras dicas:

  • Ao fazer manutenção nos freios ou substituição de cabos, passe uma esponja Scotch Brite ou mesmo uma lixa nas sapatas para melhorar a aderência e eliminar a areia depositada;
  • Mantenha seu aro sempre limpo para prolongar a vida de suas sapatas e ter sempre uma frenagem eficiente;
  • Substitua as sapatas de freio quando suas ranhuras (sulcos) começarem a desaparecer;
  • A sapata de freio deve ficar 1 mm abaixo da boda do aro e jamais deve encostar no pneu;
  • A distância entre a sapata e o aro deve ser de 2 mm;
  • A sapata deve ficar paralela com o aro;
  • Para aros de cerâmica a Shimano produz sapatas apropriadas. Consulte seu mecânico;
  • A inscrição forward indica o sentido de rotação da roda e deve ficar voltada para a frente da bicicleta;
  • Existem diversas marcas de sapatas no mercado. As mais comuns são as Shimano, Ritchey e Kool Stop. Há marcas brasileiras também.

Regulagem da mola:

As duas hastes do V-Brake, ao serem acionadas, devem trabalhar de forma igual. Ao se pressionar o manete, as sapatas de freio devem tocar o aro no mesmo instante.

Foto 6

Para isso, use uma chave phillips para apertar ou soltar o parafuso de regulagem da mola, que fica na lateral externa das hastes (FOTO 6).

Dica do Alberto:

Para vizualizar e regular melhor a atuação idêntica das sapatas, retire o pneu e a câmara do aro.

Regulagem do manete:

Foto 7

Muitos manetes possuem um parafuso regulador do seu curso. Serve para ajustar o manete ao tamanho dos dedos do piloto. Girando no sentido horário o parafuso allen 3 (FOTO 7) o manete se aproxima mais da manopla.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Assinar newsletter

Receba semanalmente tudo sobre bikes em seu e-mail.

Seu nome

Seu e-mail

Publicidade

Publicidade

Bikemagazine

Portal brasileiro criado em 2000 com notícias diárias do universo das bicicletas

Bikemagazine: Paixão pelo pedal

Todos os direitos reservados © É proibida a reprodução total ou parcial de textos e fotos sem autorização