Caminho dos Anjos, entre estradas de terras e trilhas estreitas

HomeCicloturismo

Caminho dos Anjos, entre estradas de terras e trilhas estreitas

Roteiro de 104 km em três dias, pela Serra da Mantiqueira em MG

Esse circuito pode ser percorrido em três dias de pedaladas pela Serra da Mantiqueira em Minas Gerais. O trajeto de 104 km, com início em Baependi e término na cidade de Alagoa, é feito por estradas de terra e trilhas estreitas.

O cicloturista serpenteia por vales, rios e vegetação nativa em um percurso com diferentes elevações. Após uma subida íngreme, a recompensa de uma bela vista. Para aliviar o cansaço, banhos de cachoeira que revigoram a alma. O pico do Papagaio, avistado em quase todo o Caminho dos Anjos, proporciona uma das mais belas paisagens de Minas Gerais.

O ar puro e a tranquilidade estimulam a pedalada. O Caminho dos Anjos está repleto de cores e sons. Ao longo do percurso, percebe-se o dia a dia do campo e vale à pena parar nas pequenas localidades cheias de histórias, nada melhor que ouvi-las dos próprios moradores e é claro tentar explicar o porque de viajar de bicicleta.

Após o longo dia de pedal, o descanso é em um dos quatro diferentes abrigos, localizados ao longo do percurso, onde a recepção é calorosa e o cicloturista se delicia com as maravilhas da culinária mineira. São diferentes vivências que permitem a reflexão, a integração, a cooperação e a solidariedade.

Ao fim, uma experiência única e a descoberta do porque do nome Caminho dos Anjos.

PRIMEIRA ETAPA – 39.8 km

O trecho de boas-vindas liga a cidade de Baependi ao Sitio Três Pinheiros, acompanhando o Rio Baependi é hora de entregar-se a um ritmo mais lento, mais natural.

Aos poucos, em meio às serras surgem as primeiras casas típicas da roça e o modo de vida rural, trechos de subidas íngremes levam ao ponto mais alto do caminho, o Mirante Rego D´água. No caminho, um Bom Dia caloroso ao cicloturista, afinal, estamos em Minas Gerais.

Baixe as cartas de navegação e o arquivo de GPS: http://www.bemvindocicloturista.com.br/roteiro/7/Etapa_1

SEGUNDA ETAPA – 39,2 km

Vales repletos de araucárias, cercam o trecho que liga o Sítio Três Pinheiros ao Vale do Matutu. No meio do percurso está a cidade de Aiuruoca, que significa “Casa de Papagaio”, nome dado pelos antigos indígenas, devido à quantidade dessas aves na região.

No trajeto sobressaí a paisagem o Pico do Papagaio, proporcionando uma das mais belas paisagens do Caminho. Seguindo pela arborizada estrada, o caminhante avista o paredão rochoso que integra o Vale do Matutu e nesse, a cachoeira das Três Marias.

Baixe as cartas de navegação e o arquivo de GPS: http://www.bemvindocicloturista.com.br/roteiro/8/Etapa_2

TERCEIRA ETAPA – 26,6 km

O último trecho do Caminho é feito em parte por trilha rústica e estreita, o percurso entre o Vale do Matutu a cidade de Alagoa proporciona ao cicloturista boa sombra e um clima agradável.

A trilha se abre a um conjunto de serras, incrustada em uma delas está a localidade de Nogueira. Durante a pedalada, um banho revigorante na cachoeira do Eusébio e outro na cachoeira de Ouro Fala. É comum encontrar durante o trajeto bois e vacas, estamos em meio a sítios e fazendas.

Baixe as cartas de navegação e o arquivo de GPS: http://www.bemvindocicloturista.com.br/roteiro/9/Etapa_3