Volta Ciclística Internacional de Gravataí começa no dia 13

HomeCompetições

Volta Ciclística Internacional de Gravataí começa no dia 13

Evento terá cerca de 800 quilômetros divididos em cinco etapas. Conheça a programação

Fotos de Marcos Adami/BM Press

Faltam poucos dias para o início da oitava edição da Volta Ciclística Internacional de Gravataí. A prova válida pelo ranking nacional e internacional da UCI (União Ciclística Internacional) será realizada de 13 a 17 de abril em um percurso de quase 800 quilômetros divididos em cinco etapas.

A prova começa no dia 13 em Gravataí, a 22 km da capital gaúcha, com uma etapa de 180 km que levará os competidores até a cidade litorânea de Torres.

O percurso já foi definido e a corrida vai passar pelas cidades turísticas de Torres, Cambará do Sul e Canela. O término será no domingo, dia 17 de abril, com uma etapa de 150 quilômetros que terá a largada e chegada em Gravataí.

A corrida é organizada desde 2001 na cidade de Gravataí e em 2008 ganhou status internacional e passou a contar pontos para o ranking da UCI.

PROGRAMAÇÃO DAS ETAPAS

13/04 – 1ª Gravataí-Torres – 180 km
14/04 – 2ª Torres-Cambará do Sul – 140 km
15/04 – 3ª Cambará do Sul-Canela – 160 km
16/04 – 4ª Canela-Gravataí – 150 km
17/04 – 5ª Gravataí–Taquara–Rolante–S.Antônio–Glorinha–Gravataí – 150 km

A oitava edição da Volta Ciclística Internacional de Gravataí é uma realização da Federação Gaúcha de Ciclismo, Confederação Brasileira de Ciclismo e da União Ciclística Internacional com o apoio da Brigada Militar Comando Rodoviário, DAER, Governo do Estado do Rio Grande do Sul, Prefeitura Municipal de Cambará do Sul, Prefeitura Municipal de Torres e Prefeitura Municipal de Canela, com a promoção da Prefeitura Municipal de Gravataí.

Mais informações no site oficial do evento: http://voltainternacional.wordpress.com

A oitava edição da Volta Ciclística Internacional de Gravataí é promovida pela Prefeitura Municipal de Gravataí e conta com o apoio das cidades de Cambará do Sul, Canela e Torres. A realização é da Federação Gaúcha de Ciclismo, da Confederação Brasileira de Ciclismo, com o apoio do Banco do Brasil, o banco do ciclismo brasileiro, e da União Ciclística Internacional (UCI).