Triatleta supera trauma de acidente e disputa Ironman de Floripa

HomeCompetições

Triatleta supera trauma de acidente e disputa Ironman de Floripa

A triatleta campineira Ana Lidia Borba vencerá seu maior desafio da carreira. Afastada desde de dezembro de 2009 em razão de um acidente quando treinava ciclismo, ela retorna agora com o objetivo de completar o Ironman Brasil.

A próxima edição do Ironman Brasil terá uma sabor diferente para uma das duas mil pessoas inscritas, representando 34 países.

Ao ser dada a largada no dia 29, às 7h, em Jurerê Internacional, Florianópolis (SC), a triatleta campineira Ana Lidia Borba vencerá seu maior desafio da carreira. Afastada desde de dezembro de 2009 em razão de um acidente quando treinava ciclismo, ela retorna agora com o objetivo de completar o Ironman Brasil.

“Fiz duas disputas este ano, mas quero mesmo completar a prova em Florianópolis. Esta edição tem o gosto especial de desafio porque me propus a participar mesmo com pouco tempo depois de acontecer o acidente”, afirma a triatleta de 26 anos.

Ao todo, foram 18 meses para poder retornar à única seletiva da América Latina para a final do Circuito Ironman, no Havaí. Ana voltou à competição 10 meses depois do acidente, em outubro de 2010.

“Fiz duas provas de longa distância, que foram o Brasileiro de Longa Distância e o GP Extreme. Fui muito bem nas duas, principalmente no ciclismo e na natação. No GP Extreme, em maio, eu já consegui encaixar uma boa corrida também. Na verdade, foi melhor do que eu esperava e já deu para ficar mais animada com o potencial para o Ironman”, explica Lidia, que no ano passado comentou a prova para a Latin Sports, organizadora do evento.

Com relação ao resultado no dia 29, Ana quer completar a prova.

“O principal objetivo é completar bem e dizer pra mim mesma que eu estou de volta. Mas eu treinei bem nos últimos meses, fiz duas provas boas, e esses resultados me fizeram acreditar que, se tudo ser certo, eu posso fazer um tempo próximos das minhas melhores marcas, o que provavelmente resultará em uma boa colocação”, diz.

Faltando pouco para a competição, Ana Lídia está em fase de “polimento” , treinando cerca de seis horas nos finais de semana.

“A preparação até o momento foi boa, principalmente no ciclismo, onde consegui aperfeiçoar o ritmo e ter bastante rodagem. Continuarei treinando, mas não em excesso para chegar descansada”, garante a goiana, que participou do GP São Carlos, prova que serviu como teste para o Iron”, finaliza.

O começo de Ana Lídia Borba foi em provas de corrida com um grupo da empresa que trabalhava, sendo depois aderindo à bike motivada pelosa pelos amigos a andar de bike.

Atualmente, Ana carrega títulos importantes no currículo, como o bicampeonato no Mundial de Ironman 70.3 e vitória nos Campeonatos Brasileiros Sub-23 de Sprint e Longa Distância (2007). Em 2009, ela foi considerada a melhor triatleta de longa distância neste ano.

Principais resultados

Da carreira – 5º lugar no Ironman Brasil (2009), 7º lugar no Ironman do Arizona (2008), 3º lugar no Ironman Brasil 70.3 (2008), Campeã Brasileira de Longa Distância (2008), 8º lugar no Mundial de Longa Distância/LDU (2008), Campeã Troféu Brasil de Triathlon (elite amador/2006), Campeão do Ironman Brasil 70.3 (sub-24/2006), Campeã Mundial de Ironman 70.3 (sub-24/2006).

2011 – 4º lugar no Campeonato Brasileiro de Longa Distância e 4º lugar no GP Extreme de Triathlon (maio).

A programação oficial começa no dia 25 de maio, com a abertura da Expo Ironman. A partir daí, acontece uma série de ações, com destaque para os congressos técnicos para todas as categorias, amadores e profissionais, todas no Clube Doze de Agosto.

Na sexta-feira, dia 27, será a vez do tradicional Jantar de Massas, a partir das 19h, no P12. No dia 29 as atividades começam cedo, às 4h30, com a pintura dos atletas e acesso à área de transição. A largada será às 7h, com término à meia-noite. Na segunda-feira, dia 30, será a vez do almoço de confraternização, também no P12.

Mais informações no site www.ironmanbrasil.com.br