Triathlon do Brasil sobe no pódio dos Jogos Militares Rio 2011

HomeCompetições

Triathlon do Brasil sobe no pódio dos Jogos Militares Rio 2011

Na competição masculina por equipes, a França levou a medalha de ouro, com o tempo somado de 5h16min34s54. O Brasil levou a medalha de prata e a Bélgica a de bronze. A Itália e a China terminaram a prova em quarto e quinto lugares, respectivamente. Evento terminou no domingo, dia 24 de julho

Fotos de Ricardo Ramos

A França conquistou três medalhas de ouro e uma de prata no triatlo masculino na quinta edição dos Jogos Mundiais Militares do CISM, disputado neste domingo, na praia de Copacabana, no Rio de Janeiro. O militar Pierre Le Corre venceu a prova individual e o seu compatriota Gregory Rouault ficou em segundo lugar, entre os 102 atletas inscritos, enquanto a equipe masculina e a equipe mista da França ficou com o título em ambas as categorias.

Le Corre completou a distância olímpica – 1,5km de natação, 40km de ciclismo e 10km de corrida –, com o tempo de 1h49min00s03. A medalha de bronze no individual foi para o italiano Daniel Hofer.

Juraci Moreira

O paranaense Juraci Moreira, que tem a patente de sargento, foi o melhor brasileiro na prova, terminando em sexto. O Sgt Wesley Moreira, único cearense inscrito nos Jogos da Paz, ficou em oitavo e o sargento Reinaldo Colucci em nono lugar.

Na competição masculina por equipes, a França levou a medalha de ouro, com o tempo somado de 5h16min34s54. O Brasil levou a medalha de prata e a Bélgica a de bronze. A Itália e a China terminaram a prova em quarto e quinto lugares, respectivamente.

Na disputa feminina, a paulista sargento Carla Moreno ficou com a medalha de prata e outra militar polonesa, Maria Czesnik, ficou com o bronze (mais 30s28). A chinesa Yi Zhang cruzou a linha de chegada em quarto lugar. Na disputa por equipes, a Polônia venceu a medalha de ouro, a china ficou com a prata e o Brasil, com o bronze.

A competição nos Jogos da Paz distribuiu medalhas também nas equipes mistas e a França foi novamente vencedora, desta vez com o tempo total de 4h36min26s51. Somando os resultados do Juraci Moreira e de Carla Moreno, o Brasil ficou com a medalha de prata e a China encerrou a competição com o bronze.

SOBRE O EVENTO

Os 5º Jogos Mundiais Militares se despediram do Rio de Janeiro no domingo, dia 24 de julho, com saldo positivo depois de uma semana de competições de alto nível em 20 modalidades (sendo cinco delas militares), que envolveram atletas de 111 países. Pela primeira vez na história do evento, as provas não foram disputadas apenas dentro dos quartéis. Assim, o Rio 2011 aproximou ainda mais o esporte de alto rendimento da população, numa comunhão já comum em grandes eventos no país.

A Cerimônia de Abertura dos Jogos Militares Rio 2011

Mais do que o primeiro lugar no quadro geral de medalhas, os 5º Jogos Mundiais Militares representaram a consolidação de um grande projeto para o esporte brasileiro. O país sede fechou a competição com 114 medalhas (45 de ouro, 33 de prata e 36 de bronze) e superou, nos últimos dias de disputa, a China. Do 31º lugar na última edição, em Hyderabad, na Índia, em 2007, o país subiu ao topo no Rio de Janeiro. De acordo com o Vice-Almirante Bernardo José Pierantoni Gambôa, presidente da CDMB (Comissão Desportiva Militar do Brasil), o resultado dos atletas brasileiros serviu para ratificar a eficácia do binômio esporte/militarismo, que já faz parte da história olímpica brasileira.

A organização do evento também comemora o sucesso da competição que trouxe ao Brasil uma quantidade expressiva de nações. Ao todo, 111 países competiram ao longo de 10 dias. No total, 4.218 atletas disputaram as 459 medalhas de ouro, 459 de prata e 503 de bronze que foram distribuídas. E na opinião do Coordenador Geral do Comitê de Planejamento Operacional, General-de-Brigada Jamil Megid Júnior, o Rio de Janeiro soube dar aos atletas todas as condições para alcançar seus objetivos.

NÚMEROS DO EVENTO

A força de trabalho dos Jogos da Paz foi composta por 25.735 pessoas, sendo 2.267 voluntários, 17.952 militares de apoio, 4.647 terceirizados e 724 envolvidos nas operações do evento. As Vilas Branca, Verde e Azul receberam um total de 4.218 atletas, e serviram por dia mais de 30 mil refeições. Foram 1.128 árbitros e 1.706 oficiais. Contando os detentores de direito de transmissão, houve 2.092 profissionais de mídia credenciados.