Velódromo de Londres é o mais moderno do mundo; veja vídeos

HomeCompetições

Velódromo de Londres é o mais moderno do mundo; veja vídeos

As disputas de pista vão reunir 340 atletas de 48 países e prometem muita emoção

Madeira escolhida para a pista foi o pinheiro da Sibéria

Fotos de divulgação

O campeão olímpico britânico Chris Roy atuou como consultor durante a construção do velódromo que vai abrigar as provas de ciclismo durante os Jogos de Londres. As disputas de pista vão reunir 340 atletas de 48 países e prometem muita emoção. Não é em vão que os ingressos se esgotaram em questão de minutos.

O velódromo fica em Lee Valley, ao norte do Parque Olímpico, junto à pista de BMX, e comporta 3.500 espectadores. Durante os jogos, outros 2.500 assentos provisórios serão instalados nas duas curvas. A construção seguiu, sempre que possível, padrões sustentáveis.

Depois dos Jogos, a ideia é transformar o local num centro de referência

A ventilação é toda natural e dispensa o uso do ar condicionado e o sistema de iluminação foi planejado para consumir o mínimo possível de eletricidade.

Uma parede de vidros vai garantir uma privilegiada visão 360º graus, praticamente eliminando os pontos cegos para o público das arquibancadas e, inclusive, dará para acompanhar o que acontece na pista mesmo estando fora do velódromo. A madeira escolhida para a pista é o pinheiro da Sibéria.

Depois dos Jogos, a ideia é transformar o local num centro de referência mundial em ciclismo e o legado da comunidade ciclística de Londres será o VeloPark, com um circuito de mountain bike para vários níveis, um circuito de ciclismo, uma ciclovia às margens do Rio Lee, além de serviços de aluguel de bicicletas e instalações para workshops.

A partir do final de 2013, o velódromo será entregue ao público e poderá ser usado por qualquer ciclista interessado.

O evento teste foi de 16 a 19 de fevereiro desse ano e contou com a presença de cinco campeões olímpicos e 16 campeões mundiais, entre eles o britânico Jason Kenny, a australiana Anna Meares, e o alemão Robert Forstemann. O Brasil esteve representado com quatro atletas, Flávio Cipriano, Dieferson Borges, Davi Romeo e Sumaia Ribeiro, mas não vai participar das provas olímpicas.

AGENDE-SE (HORÁRIO DE BRASÍLIA)

Quando serão as provas

2 de agosto – 12h -14h30 – Qualifying Perseguição por Equipes Masculino, Velocidade por Equipes Masculino e Feminino

3 de agosto – 12h -14h55 – Final Perseguição Por Equipes Masculino, Tomada de tempo Keirin Feminino, Qualifying Perseguição por Equipes Feminino

4 de agosto – 6h -7h30 – Omnium Masculino: Volta Lançada, Qualifying e primeira série classificatória 1/16 da Prova de Velocidade Masculina

4 de agosto – 12h -14h40 – Omnium Masculino: 30 km Por Pontos Masculino, repescagem da classificatória, oitavas de final e última repescagem da Prova de Velocidade Masculina, Perseguição Por Equipes Feminino

5 de agosto – 6h -7h25 – Omnium Masculino: Perseguição Individual 4 km, Qualifying Velocidade Feminina

5 de agosto – 12h -15h05 – Omnium Masculino: Scratch 15 km e Quilômetro Contra o Relógio, Quartas de final da Velocidade Masculina, repescagem da classificatória, oitava de finais e última repescagem da Prova de Velocidade Feminina

6 de agosto – 12h -14h55 – Semifinais e Finais da Prova de Velocidade Masculina, Omnium Feminino: Volta Lançada, 20 km Por Pontos, Quarta de Final da Prova de Velocidade Feminina

7 de agosto – 6h -7h30 – Primeira Classificatória e repescagem Keirin Masculino, Omnium Feminino: 3km Perseguição Individual

7 de agosto – 12h -14h30 – Segunda classificatória e final do Keirin Masculino, Omnium Feminino: 10 km Scratch e 500 metros, Semifinal e final da Prova de Velocidade Feminina

Conheça mais sobre o velódromo nos vídeos: