Bradley Wiggins: “Armstrong nunca foi tão bom quanto eu”

HomeCompetições

Bradley Wiggins: “Armstrong nunca foi tão bom quanto eu”

Em entrevista, o vencedor do Tour de France de 2012 não poupa críticas e diz que escândalo de doping o favoreceu

Foto de divulgação

Bradley Wiggins: “De certa forma, eu acho que o escândalo aumenta o que eu fiz”

Bradley Wiggins, o primeiro britânico a vencer o Tour de France, não tem poupado críticas a Lance Armstrong. Na nova edição da revista GQ, o ciclista fez uma série de declarações bem ácidas a respeito do caso.

Primeiro, Wiggo, como os fãs o chamam, faz questão de dizer que o escândalo todo que culminou na cassação dos títulos de Armstrong não ofuscou sua vitória e, sim, o ajudou. “De certa forma, eu acho que o escândalo aumenta o que eu fiz. Seu sucesso (de Armstrong) foi construído sobre mentiras. Eu me sinto orgulhoso do fato de que as minhas vitórias não foram construídas sobre a areia.”

“Então, esse super-homem do ciclismo nunca foi tão bom ciclista quanto eu”, continua.

Wiggins mostra-se irritado com a situação e diz que está sempre precisando se defender, agora que a opinião pública sobre o esporte está mais criteriosa. “É como se eu tivesse que expiar os pecados de outra geração”, afirma.

“O ciclismo é um esporte diferente agora. Este escândalo é muito mais um retrato do que era uma época. Não é assim agora”, continua.

“O que me irrita é que eu sinto que tenho que justificar minha posição e o que estou conseguindo. Eu entendo as razões das pessoas fazerem perguntas e eu me esforço para enfrentar e responder”, completa.