Em entrevista, Mark Cavendish diz que se sentiu um reserva no Tour de France

HomeCompetições

Em entrevista, Mark Cavendish diz que se sentiu um reserva no Tour de France

Ciclista que está trocando a Sky pela Omega Pharma desabafa em reportagem do jornal The Telegraph

Dani Prandi / Bikemagazine
Foto de divulgação

Mark Cavendish, que sai da Sky após Tour de France “frustrante”

O sprintista Mark Cavendish, de 27 anos, que estreia na Omega Pharma – QuickStep na próxima temporada, deixou escapar uma certa mágoa da equipe Sky em entrevista ao jornal britânico The Telegraph.

“O slogan da Sky é ‘Acredite no melhor’, mas bem que gente poderia ter feito muito mais neste ano”, afirma. “Não foi um fracasso, eu me senti orgulhoso de fazer parte da equipe que dominou o Tour de France, mas as coisas não saíram conforme eu pensava no início da temporada”, completou.

Durante o Tour de France, a equipe priorizou Bradley Wiggins, que se tornou o primeiro britânico a vencer a competição, e Chris Froome, que se destacou como um dos grandes nomes da temporada. Acontece que Cavendish estava na briga pela camisa verde de pontos, mas sua batalha teria sido, digamos assim, “esquecida”.

Cavendish, que venceu três etapas do Tour, acredita que poderia ter vencido oito etapas caso a Sky tivesse optado por priorizar seus resultados. Na entrevista, ele diz que a equipe favoreceu Wiggins e o tratou como um “reserva”. “Na véspera do Tour, percebi que a promessa que recebi da Sky não era verdadeira. Eu era um backup”, lamentou.

Durante a competição, ficou claro que todas as fichas estavam apostadas em Wiggins. Froome, inclusive, teve de esperar pelo camisa amarela em ocasiões em que poderia, facilmente, ter vencido. “Froome poderia ter vencido duas etapas mais, eu poderia ter vencido duas etapas mais. Nós poderíamos ter feito isso sem qualquer risco ou prejuízo para a camisa amarela”, diz Cavendish. “É frustrante”, completa.

Na Omega Pharma – QuickStep, com a qual assinou contrato para as temporadas de 2013 a 105, Cavendish espera mais oportunidades de mostrar seu talento. “Estou animado em ir para uma das equipes de maior sucesso do ciclismo. Acredito no projeto e estou emocionado por fazer parte disso”.

Veja a reportagem aqui