Bicicleta usada é boa opção para quem vai começar no esporte

HomeReportagem especialMercado

Bicicleta usada é boa opção para quem vai começar no esporte

Além de bikes, vale a pena conferir ofertas de componentes e peças

Foto Dani Prandi / Bikemagazine

Comprar uma bicicleta usada pode ser uma boa opção para quem vai iniciar no esporte e não quer investir muito dinheiro na primeira bike. Assim como no mercado de motos e automóveis, praticamente todas as lojas que vendem bikes novas aceitam a usada como parte do negócio. O ideal é buscar as melhores ofertas em classificados no Brasil.

Um dos motivos para se adquirir uma usada é o valor, que na maioria das vezes é bastante atraente, especialmente quando o negócio é feito diretamente com o dono da bike. Em geral, uma speed perde 30% do valor nos seus primeiros dois anos; uma mountain bike tem o preço reduzido em até 50%. Para bicicletas mais antigas, com mais de quatro anos de uso, por exemplo, o valor cai bastante.

Além das bicicletas, há também o comércio de componentes e peças usadas. Quadros, rodas, conjuntos de freios, trocadores de marcha, garfos e suspensões, canotes, mesas e guidões estão entre os itens mais comercializados nos classificados de sites especializados.  Ciclocomputadores, GPS e pedais de encaixe, e artigos de vestuário, como capacetes e sapatilhas, também podem ser encontrados com facilidade.

Recomendações
Na hora de adquirir uma bike usada é importante observar alguns detalhes importantes.

Quadro
Verifique se o tamanho é o correto para você. Um quadro errado é desconforto para sempre. Observe sinais de corrosão, amassados, as gancheiras e se o alinhamento está perfeito. Um quadro desalinhado compromete a estabilidade e o bom funcionamento de todos os componentes. Procure atentamente por trincas no quadro, especialmente nas soldas e na região do movimento central e da caixa de direção.

Caixa de direção e guidão
Levante a bike e gire a direção para a direita e esquerda para sentir o estado dos rolamentos e a existência de possíveis folgas. Uma boa caixa de direção custa caro.

Rodas e pneus
Verifique o alinhamento, o estado dos raios e aros e procure por folgas nos cubos. Confira o funcionamento das blocagens das rodas e observe atentamente o estado dos pneus, se estiverem na condição de meia vida é melhor pensar na substituição.

Relação
O conjunto formado pela corrente, coroa, pedivela e cassete são os itens bastante caros quando precisam ser substituídos, por isso merecem atenção especial. Examine atentamente o estado das coroas e do cassete (dentes arredondados demonstram desgaste). Se possível, meça a corrente com uma ferramenta especial que as boas oficinas possuem. Nem sempre substituir uma corrente usada por uma nova vai funcionar.

Suspensão
A manutenção de uma boa suspensão custa caro. Esse componente pode esconder sérios problemas como folgas e vazamentos que vão exigir peças de reposição e mão de obra especializada. O ideal é que você peça a ajuda de algum mecânico para examinar o estado.