Empresa canadense Dorel compra 70% das ações da Caloi

HomeÚltimo KM

Empresa canadense Dorel compra 70% das ações da Caloi

Com o negócio, a unidade da Caloi em Manaus produzirá bicicletas para as marcas da empresa, entre elas Cannondale, Schwinn, Mongoose e GT. Valor da negociação não foi divulgado

Fotos de divulgação

Martin Schwartz, presidente e CEO da Dorel

A notícia da venda da Caloi para a canadense Dorel estampou, nesta quinta-feira (22 de agosto), as páginas dos principais noticiários de economia do mundo. A brasileira Caloi, centenária, vendeu 70% do controle da fábrica brasileira ao grupo.

Há 50 anos no mercado, a Dorel, em comunicado oficial à imprensa, disse que a compra da participação majoritária foi fechada com base em um “múltiplo de um dígito alto sobre o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda)”.

A empresa canadense não confirmou os valores da negociação nem como será a forma de pagamento.

Com a venda do controle, de acordo com o grupo canadense, a unidade passará a produzir bicicletas de outras marcas conhecidas da companhia canadense, como Cannondale, Schwinn, Mongoose e GT. As bicicletas serão destinadas ao mercado doméstico e à exportação.

“A divisão de bicicletas se tornou um negócio de US$ 1 bilhão em apenas nove anos, e vislumbramos um potencial de crescimento muito grande para o futuro. Estamos muito felizes em receber o time Caloi na Dorel”, comentou Martin Schwartz, presidente e CEO da Dorel.

No comunicado, a Dorel informou que a nova parceria com a Caloi “posiciona a Dorel como uma das maiores companhias de bicicletas do mundo, bem como líder nas Américas”. O documento também ressalta que “apesar dos atuais desafios econômicos no país, acreditamos que o mercado consumidor é bom e está caminhando na direção certa. Vemos esta transação como uma sólida oportunidade”.

A Dorel está no Brasil desde 2009, quando introduziu sua divisão de produtos infantis. Entre as marcas mais conhecidas  estão Bébé Confort e Cosco, do mercado de carrinhos e berços de bebês. “Desenvolvemos uma forte operação de produtos infantis no Brasil e nesse ano a empresa está crescendo.”

Eduardo Musa, da Caloi (à esquerda), e Robert Baird, da Cannondale

“Nos últimos quatro anos, a Dorel vem ampliando continuamente seu alcance global em mercados de crescimento importantes, como China, Leste Europeu e, agora, Brasil”, disse Robert Baird, CEO e presidente da Cannondale Sports Unlimited, divisão de bicicletas da Dorel. “A nossa presença global e a inclusão da Caloi ao nosso forte portfólio de marcas contribuirão para alcançarmos a meta de ter nossas marcas presentes em todos os lares, criando experiências inspiradoras e contribuindo para a melhora da saúde e bem-estar de consumidores em todo o mundo”, afirmou o executivo.

“Os benefícios dessa transação serão rapidamente percebidos pelos consumidores brasileiros. O desenvolvimento das marcas globais de bicicletas da Dorel no Brasil será acelerado por meio da estrutura da Caloi, sua equipe de gestão, ampla rede de distribuição e capacidade produtiva. Já, a marca Caloi terá acesso à tecnologia e expertise da Dorel para desenvolver seus produtos”, complementou Baird.

A Caloi foi fundada em 1898 e teve vendas de R$ 273,5 milhões em 2012, um crescimento de 22% sobre o ano anterior. A empresa estima ter participação de mais de 40% no mercado brasileiro de bicicletas. Eduardo Musa, atual CEO da Caloi, deverá ser o presidente da divisão de bicicletas no Brasil e integrar a equipe global de gestão. O executivo brasileiro, por meio de sua assessoria de imprensa, comentou que o negócio representa “a conclusão de vários anos de trabalho para transformar o Brasil em um verdadeiro player no mercado mundial de bicicletas”.