Técnica e estratégia no Mundial de Ciclismo de Pista, na Colômbia

HomeCompetiçõesCiclismo

Técnica e estratégia no Mundial de Ciclismo de Pista, na Colômbia

Velódromo em Cali recebe atletas de 34 países; Brasil não enviou nenhum representante

Velódromo de Cali, na Colômbia, recebe Mundial de Pista

Velódromo de Cali, na Colômbia, recebe Mundial de Pista

O francês Thomas Boudat, vencedor da prova de Omnium

O francês Thomas Boudat, vencedor da prova de Omnium

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação

O ciclismo de pista abre a programação dos campeonatos mundiais das modalidades olímpicas da agenda da UCI. Nesta edição, que começou dia 26 de fevereiro e termina neste domingo (3 de março), 34 países participam da disputa, em 19 modalidades.

Mesmo sendo em Cali, na vizinha Colômbia, o Brasil não enviou nenhum atleta. Vale lembrar que, no velódromo, o Brasil não participa dos Jogos Olímpicos desde 1996. Nos Jogos Rio 2016, por ser sede, o país terá o direito de indicar pelo menos 2 atletas.

Enquanto isso, na TV paga brasileira, as provas estão sendo transmitidas diariamente, com direito a comentários e tudo o mais. Vai entender…

O Mundial 2014, em Cali, começou com críticas. Dias antes das provas, o velódromo onde a competição é realizada, por ser não completamente coberto, foi molhado pela chuva. Mas as águas passaram e a disputa começou.

No ciclismo de pista, estratégia é fundamental. Tombos são frequentes e qualquer movimento diferente representa perigo. Na chegada, os ciclistas nem ousam comemorar, para não perder o equilíbrio.

Entre os destaques do Mundial 2014 está o francês Thomas Boudat, vencedor da prova de Omnium. No feminino, a australiana Amy Cure venceu a prova por pontos e a alemã Kristina Vogel faturou o ouro na prova de velocidade.

Neste domingo, a competição termina com a decisão do omnium e do keirin feminino, a prova de Madison e a de velocidade masculina.

Visite o site oficialNo Canal da UCI no Youtube é possível conferir as provas completas.