Contador diz que “podia ter morrido” na queda do Tour de France

HomeCiclismo

Contador diz que “podia ter morrido” na queda do Tour de France

Espanhol lembra da queda a 77 km/h na 10ª etapa do Tour de France: "Posso ter perdido o Tour, mas não perdi a vida”

Contador abandonou Tour de France após queda na 10ª etapa

Contador abandonou Tour de France após queda na 10ª etapa

Do Bikemagazine
Foto de divulgação

Nas entrevistas concedidas nos eventos de apresentação da pré-temporada, Alberto Contador (Tinkoff-Saxo) tem repetido que “podia ter morrido” no Tour de France. A queda do espanhol, naquelas alturas o favorito, gerou muita especulação.

Contador foi obrigado a abandonar a competição na 10ª etapa, após fraturar a tíbia direita ao cair na descida do Peti Ballon. “Podia ter morrido na queda. Quando penso que ia a 77 km/h no momento em que caí e que só fraturei a tíbia, vejo que afinal não foi assim tão mau. Posso ter perdido o Tour, mas não perdi a vida”, afirmou em entrevista para a BBC.

“Muita gente falou sobre o acidente e disse coisas que não são verdade. Depois da subida relaxei, olhei para a frente e vi que o caminho estava livre. Então, meti a mão no bolso para tirar algo para comer e foi aí que algo me atingiu, a minha bicicleta saltou e perdi o controle”, relatou.

Contador conta que, inicialmente, achou que tinha sofrido apenas ferimentos superficiais e que por isso voltou para a prova, mas, rapidamente, se deu conta de que seria impossível continuar. “O problema não era a dor que sentia, mas a certeza de que, mesmo em muito boa forma, não podia continuar”, completou.

Contador, de 32 anos, era o favorito ao título do Tour de France, principalmente após o abandono de Chris Froome (Sky). O resto da história quem acompanha o ciclismo já sabe: Vincenzo Nibali (Astana) faturou a camisa amarela, enquanto Contador iniciava um intenso período de recuperação que culminou com seu incrível retorno na Volta a Espanha, de onde saiu vencedor.