Especial: o caminho do pódio e as primeiras provas

HomeCompetiçõesTreino

Especial: o caminho do pódio e as primeiras provas

Depois de muitos treinos é hora de encarar as primeiras competições; confira dicas para aproveitar ao máximo e encontrar o caminho do pódio

As primeiras provas são importantes, pois vão moldar o caráter do competidor

As primeiras provas são importantes, pois vão moldar o caráter do competidor

Texto de Marcos Adami – Bikemagazine
Fotos de divulgação
Texto publicado com autorização da Revista Bike Action

Após o artigo Caminho do Pódio trazer informações importantes para quem deseja iniciar no universo das competições, elaboramos outra série de dicas voltadas aos ciclistas que optaram por esse caminho e que estão prontos para estrear nas corridas.

Partimos do princípio que você já treinou o suficiente para encarar pela primeira vez o desafio de superar seus próprios limites e seus adversários. Seja qual for a modalidade escolhida, suas primeiras provas são muito importantes, pois vão moldar o seu caráter de competidor e desenvolver em você o gosto (ou não) pelos desafios maiores que você certamente tem pela frente.

Pelotão na ultramaratona Cape Epic

Pelotão na ultramaratona Cape Epic

Escolha da prova
No início de sua carreira como competidor é fundamental que você escolha provas de menor quilometragem e dificuldade técnica. Optar por uma corrida de nível muito elevado e muito além de suas capacidades físicas pode ser desastroso para seu futuro como competidor.

O ideal é ser bastante conservador e disputar corridas regionais de menor importância e com menor número de participantes e ir evoluindo aos poucos, com provas mais longas e de maior dificuldade técnica. Procure sempre a categoria para estreantes, que normalmente tem menor quilometragem que as categorias onde correm os mais experientes.

“É muito importante o ciclista ter em mente que, uma vez numa prova, não se deve desistir nunca. Se o ciclista simplesmente abandona uma corrida porque está difícil, ele sem querer abriu precedentes para o futuro e, sempre que uma situação estiver difícil, esse ciclista vai querer desistir”, ensina o técnico Cláudio Diegues da equipe profissional de ciclismo Memorial, de Santos.

Desde muito cedo é bom ter em mente que uma vez numa competição só se deve abandonar a prova em duas situações: por motivos de saúde (para poupar a integridade física ou evitar lesões maiores) ou por questões de segurança.

Assim que você escolher a prova, faça logo sua inscrição e pague a taxa, essa é uma forma de assumir o compromisso da disputa e se dedicar aos treinos para fazer o seu melhor no dia do evento.

Planejamento
Todo desafio começa com um planejamento. Após definir a prova, leia atentamente o regulamento e estude o percurso, principalmente o gráfico de altimetria e a localização dos pontos de água. Atletas experientes costumam fazer uma “colinha” com o gráfico altimétrico e fixá-lo com fita adesiva no cockpit da bike. Esse pequeno papel servirá como um guia para você se localizar dentro do percurso e prever o que vem pela frente.

Analise bem a quantidade necessária de água e comida que será necessária para o percurso da prova. Converse com outros competidores que já fizeram aquele trajeto para não ser pego de surpresa.

Bike e demais equipamentos devem estar perfeitos para o grande dia

Bike e demais equipamentos devem estar perfeitos para o grande dia

Preparação
Nunca é demais lembrar que sua bike e demais equipamentos devem estar perfeitos para o grande dia. Peça ajuda a competidores mais experientes para a escolha dos pneus, calibragem de suspensões e outros detalhes técnicos. Evite estrear equipamentos novos (pneus, sapatilhas, mochilas, roupas etc) no dia da corrida, o ideal é fazer alguns treinos para adaptação.

O mesmo princípio vale para a alimentação: Não arrisque novas bebidas, barrinhas, gel, proteínas ou qualquer outro alimento no dia da prova.

Não se esqueça de conferir seu kit de emergência e verifique se a câmara de ar reserva está perfeita.

Tudo pronto para a largada

Tudo pronto para a largada

Equipamento
O ciclista depende muito de seu equipamento. A bicicleta e seus vários componentes (rodas, pneus, suspensões, freios, transmissão) podem fazer toda a diferença numa corrida e por esse motivo exigem muita atenção.

Mais do que uma bike levíssima e top de linha, a bicicleta de um competidor deve estar sempre em perfeito estado, revisada e com componentes de confiança que não vão  deixar o biker na mão. Uma das coisas mais frustrantes é dedicar-se integralmente aos treinos e, na hora H, perder tempo com reparos de corrente, parafusos que se soltam, suspensões que não funcionam corretamente, câmbios que enroscam e outras falhas evitáveis.

Com o passar do tempo analise suas necessidades e prioridades de investimento em equipamentos e upgrades.

Material
Deixe tudo pronto na véspera. Isso vai evitar as correrias de última hora e possíveis esquecimentos. Organize uma mochila com todos os itens que vai precisar no dia da corrida: comida para antes, durante e depois da prova, dinheiro, documento, comprovante da inscrição na corrida, uma troca de roupas para depois da corrida, material de higiene pessoal (a maioria dos eventos oferece um local para banhos depois da corrida), toalha, protetor solar e, claro, todo o material e vestuário técnico: capacete, sapatilha, óculos, luvas etc.

O ideal é sair com tempo suficiente para um deslocamento tranquilo até a concentração de largada.

Na largada a dica é ficar atento ao alinhamento e procurar um bom lugar

Na largada a dica é ficar atento ao alinhamento e procurar um bom lugar

Antes da largada
Procure chegar ao local de largada com pelo menos 1h30 antes da largada. Depois de procurar um bom lugar para estacionar, o próximo passo é retirar o kit com seu numeral (e eventuais brindes se houver) e assinar a súmula de sua participação no evento.

Depois de instalar o numeral na bike (e às vezes na parte traseira da camisa e/ou capacete) o ideal é dar uma rodada com a bike para aquecer antes da largada e conferir se está tudo certo com sua bike.
Fique atento ao sistema de som e, quando chamarem para o alinhamento, procure um lugar à frente, pois uma boa colocação será fundamental para estar entre os líderes assim que a prova começar.

No pelotão
Toda prova começa e termina com a bandeira quadriculada. Antes da largada oficial, algumas corridas têm um deslocamento neutro até a bandeirada de largada, outras já começam debaixo do pórtico.

Procure manter-se na frente o quanto puder, mas sem forçar demais. Esteja atento aos sinais do seu corpo, uma respiração muito ofegante é sinal de muito esforço. Se sentir que está rodando num ritmo muito forte além de sua capacidade, diminua para evitar “quebrar” fisicamente.

Sempre que a prova e o terreno permitirem, entre num pelotão e rode a poucos centímetros do ciclista que vai à sua frente. Saber se comportar num pelotão é fundamental para o sucesso de todo ciclista, afinal, o ciclismo é um esporte coletivo com resultados individuais. Esteja sempre muito atento ao que acontece na frente de seu grupo e fique pronto para ajudar no revezamento. Ciclista nenhum gosta de outro ciclista que não ajuda a revezar e só quer se poupar andando “de roda” como se diz na gíria ciclística.

“Quem quer ganhar tem que estar do meio do pelotão para frente. É lá atrás que os tombos acontecem, pois é onde ficam os ciclistas menos experientes”, ensina o ex-ciclista profissional mineiro Cássio Paiva.

Procure manter-se na frente, mas esteja atento aos sinais do corpo

Procure manter-se na frente, mas esteja atento aos sinais do corpo

Procure o pódio
Obviamente, a vitória é o objetivo a ser alcançado para todo esportista, mas não fique triste se você não vencer e nem subir no pódio nas primeiras participações em corridas. O esporte exige dedicação e a evolução vem gradual e naturalmente.

Terminar no pódio é sempre uma consagração e motivação extra para encarar outros novos e mais duros desafios, por isso é importante você disputar numa categoria onde você tenha chances reais de subir no pódio. Analise a possibilidade de correr em outras categorias. Muitos eventos oferecem a possibilidade de correr em duplas, inclusive duplas mistas, com um parceiro do sexto oposto.
Mas tenha sempre em mente aquele princípio básico: o que vale mesmo é a diversão e a saúde. Praticar um esporte é um privilégio, mas lembre-se que princípios como ética e respeito aos adversários devem estar sempre em primeiro lugar

Olímpico desde cedo
Se você é jovem (menos de 20 anos) e tem se saído bem nas corridas, com vitórias e idas frequentes ao pódio, é sinal que você tem talento para esse esporte e pode pensar nessa carreira como profissão. Viver de ciclismo no País do futebol não é algo simples, mas é possível.

Na grande maioria dos casos são atletas que começaram bem cedo, ainda na adolescência ou juventude, e que foram se destacando por seus resultados e, aos poucos, foram ascendendo em sua carreira. Tão logo surge um talento promissor, técnicos e dirigentes de equipes não tardarão em fazer contato para ofertas de “trabalho” em seus times. Integrar a Seleção Brasileira e defender as cores de nosso País em eventos internacionais, como torneios pan-americanos, mundiais e Jogos Olímpicos, é a coroação que todo ciclista almeja.