André Bretas vence Brasil Enduro Series em Urubici (SC)

HomeCompetiçõesEnduro

André Bretas vence Brasil Enduro Series em Urubici (SC)

Ciclista mineiro faturou o título apenas 8 décimos à frente do 2º colocado, o fluminense Diego Knob

André Bretas foi o vencedor em Urubico Foto:Rodrigo Philipps / BES

André Bretas foi o vencedor em Urubici Foto:Rodrigo Philipps / BES

Fotos de divulgação

André Bretas foi o vencedor da etapa da competição Brasil Enduro Series  disputada neste domingo (23 de agosto) em Urubici (SC).  Completaram o pódio Diego Neumann Knob (Santa Cruz) e Nataniel Giacomozzi  (HUPI Bikes/Shimano).

“Estou muito feliz pelo título, porque foi uma prova difícil para mim hoje (domingo). Tive alguns imprevistos, mas o resultado final é o que interessa. As pistas já eram duras e com o nível técnico bem alto ficaram ainda mais complicadas para se pilotar. Tomei dois tombos na primeira especial do dia, mas mantive a calma e consegui confirmar a vitória”, comemorou André Bretas (Specialized/ Gamut/ Biketrilha/Skull Racing).

A chuva deixou as pistas do Dia 2 ainda mais técnicas. Assim, a tarefa de administrar a vantagem após largar na frente no Dia 1 (sábado) da etapa válida também pelo circuito latino-americano da modalidade, o Montenbaik Enduro Latam Series, ficou mais difícil para o valadarense André Bretas. Seu principal rival na briga pelo título, o fluminense Diego Knob, conseguiu tirar os 32 segundos de diferença para o líder, porém faltaram oito décimos de segundos para que Knob (29min05seg90) desbancasse Bretas (29min05seg10).

O título da etapa internacional, após a quarta colocação na abertura do Brasil Enduro Series em Nova Lima (MG), coroou um período conturbado na carreira do piloto mineiro. Uma dura queda dois anos atrás, em Whistler, no Canadá, quase fez o atleta largar o mountain bike. “Esse é um assunto muito complicado, porque foram dois anos sem andar de bike. Tive várias lesões e pensei até em abandonar o esporte”, relembrou Bretas.

“Em um determinado momento conversei minha família e decidimos que eu iria voltar para ser o cara mais bem preparado fisicamente das provas, sempre brigando por títulos. Por isso, esse é um dia muito importante para mim, familiares e amigos. Dedico essa vitória aos que me acompanharam nesses últimos anos. Estou muito feliz e sei que eles também estão”, encerrou.

Diego Knob foi o segundo colocado Foto:Rodrigo Philipps / BES

Diego Knob foi o segundo colocado Foto:Rodrigo Philipps / BES

Vice-campeonato com sabor de vitória
Diego Knob (Santa Cruz) também não escondeu a felicidade com o resultado, mesmo com o primeiro lugar escapando de suas mãos por apenas oito décimos. “Nesse momento o primeiro ou segundo lugar é indiferente, por conta de tudo que passei para estar aqui. Não só nesta prova, mas nos últimos meses fui muito dedicado. Só Deus sabe o quanto eu renunciei para estar aqui”, avaliou o vice-campeão.

“Fui contra pessoas que não acreditaram em mim. Qualquer pessoa que busca alguma coisa na vida, com sangue e coração, passa por cima das dificuldades. Pessoalmente para mim é uma vitória. Pela importância do campeonato e pelo sacrifício, é o dia mais importante da minha vida”, desabafou o piloto de Petrópolis (RJ) em lágrimas. “A chuva complicou as condições da pista, ficou mais difícil ainda, mas me superei. Agradeço a todas as pessoas que me ajudaram nos momentos ruins, aos patrocinadores e minha família”, completou.

Mais resultados
Mais campeões da etapa foram conhecidos neste domingo. Na expert, o título ficou com Mauricio Bernardi. O piloto de Blumenau (SC), segundo colocado no Dia 1, conseguiu se manter regular e garantiu o troféu com o tempo de 33min46seg80. “Foi um desafio muito grande e curti muito estar aqui. Comecei ano passado na amador e este ano resolvi aumentar o nível para disputar na expert. Esta foi minha segunda vitória no BES aqui em Urubici”, relatou o vencedor

No feminino, a chilena Florencia Espiñeira confirmou o favoritismo e conseguiu aumentar sua vantagem para as rivais, com o tempo de 35min47seg60 contra 41min52seg20 da paulistana Beatriz Ferragi. “A organização está de parabéns, pois é a primeira vez que organizam uma prova internacional de Enduro. Fico feliz de ver o Brasil crescendo no nosso esporte”, disse a ciclista, vice-campeã na abertura do Montenbaik Enduro Latam Series, em Cerro Catedral, na Argentina.

Entre as másters, todos os líderes do sábado repetiram o feito e sagraram-se campeões. Evandro Dias Jr manteve a liderança na máster 1, com 31min07seg. Na 2, lugar mais alto do pódio para Cleber Cagiano, com 30min50seg50, enquanto na 3 o chileno Claus Guzman venceu com o tempo de 31min29seg70. Ednaldo Santiago (45min11seg) triunfou na amador, João Pieri (4min51seg30) na kids 1, Eduardo da Costa (43min36seg50) na kids 2 e Claus Garcia (34min59seg30) faturou a kids 3.

Open full e rígida – Categorias criadas pela organização do BES para atrair mais participantes, as open full e rígida também foram um sucesso, com os títulos de Juliano Zen (18min01seg50) e Felipe Ballardin (19min47seg80), respectivamente. “A prova foi bem puxada, mas a chuva favoreceu aos catarinenses acostumados com esse tipo de terreno”, admitiu o atleta de Brusque (SC).

Classificação pro (Latam Open Men)
1. Andre Luiz Ramos Bretas (BRA): (13:32.3 + 15:32.8) – 29:05.10
2. Diego Neumann Knob (BRA): (14:05.2 + 15:00.7) – 29:05.90
3. Nataniel Giacomozzi (BRA): (14:20.0 + 15:10.5) – 29:30.50
4. Andreas Kukulis (CHI): (14:09.9 + 15:28.8) – 29:38.70
5. Lucas De Borba (BRA): (14:19.4 + 15:21.2) – 29:40.60
6. Thiago B. Boaretto (BRA): (14:19.3 + 15:31.0) – 29:50.30
7. Milciades Jaque (CHI): (14:40.1 + 15:30.5) – 30:10.60
8. Pablo Maldonado (CHI): (15:00.5 + 16:42.0) – 31:42.50
9. Guilherme Renke (BRA): (15:10.6 + 16:59.0) – 32:09.60

Mais informações no site http://www.brasilenduroseries.com.br/

Leia mais sobre Enduro no Bikemagazine