Três equipes brasileiras disputam a Volta do Uruguai

HomeCompetiçõesCiclismo

Três equipes brasileiras disputam a Volta do Uruguai

Com a presença de DataRo, Avaí e Ribeirão Preto, prova de 10 etapas começa nesta sexta-feira em Montevidéu

Ciclistas da equipe de Ribeirão Preto

Ciclistas da equipe de Ribeirão Preto

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação

Três equipes brasileiras disputam a 73ª edição da Volta do Uruguai. A corrida de 10 etapas e classificação 2.2 UCI tem um percurso total de 1.421,9km. A largada é nesta sexta-feira (18 de março) em Montevidéu e a prova termina no domingo de Páscoa, na capital uruguaia.

O Brasil será representado pelas equipes DataRo (Curitiba), Avaí (Florianópolis) e Ribeirão Preto. Além dos times uruguaios e brasileiros, mais três estrangeiros estão confirmados na competição: SEP de San Juan (Argentina), Matanceros (Argentina) e Start Cycling (Sérvia).

A equipe de Ribeirão Preto, comandada pelo técnico Marcelo Donnabella, vai ao Uruguai com os ciclistas Giovane Arduino, Jeovane Oliveira, Luis Trevisan, Maurício Knapp, Rodrigo do Nascimento e Thiago Nardin.

“Nós queremos pegar ritmo de competição. Quando voltarmos ao Brasil, teremos uma sequência de voltas importantes, pan-americano caso alguém da equipe seja convocado e o Brasileiro. Então, aproveitamos que no Brasil não tem muita corrida de alto nível em março e fomos para o Uruguai querendo pegar esse condicionamento físico competindo, pois esse é o melhor treino. Vamos entrosados, preparados e esperamos conquistar bons resultados nas etapas”, disse.

O time da equipe DataRo para a disputa

O time da equipe DataRo para a disputa

Equipe Avaí, de Florianópolis, retorna à disputa

Equipe Avaí, de Florianópolis, retorna à competição uruguaia

Sob o comando de Hernandes Quadri Júnior, a equipe paranaense DataRo vai contar com o uruguaio radicado no Brasil Ramiro Cabrera além de Aquila Roux, Cristian Egidio, Leonardo Sada, Rafael Phires e Thiago Oliveira.

Já a equipe catarinense do Avaí, escalou o argentino Matias Médici como capitão do time. Além de Médici, o time de Floripa conta com o campeão brasileiro Everson de Assis Camilo, Gilberto Gois, Eduardo Pini, Edson de Rezende e Geovanny Maurício.

AS ETAPAS
“O Uruguai tem suas peculiaridades. O percurso não tem muita subida, mas venta demais, além do normal. No ciclismo, quando venta muito, a corrida fica muito mais técnica, mais forte, porque o vento cruzado faz você se esconder dele, tentar fugir, evitar quedas”, explicou o técnico de Ribeirão Preto, Marcelo Donnabella.

A prova começa em Montevidéu rumo a Minas, num percurso de 109,2 km. Depois, no sábado, o trajeto é Minas, Tala, San Randóm e Florida, em 143 km.

Já no domingo, duas provas no mesmo dia. A terceira etapa A, pela manhã, será contrarrelógio por equipes, entre Santa Lucía e Canelones, com 11,4 km de extensão. Pela tarde, a terceira etapa B terá um trajeto de 150,3 km e vai sair de Santa Lucía rumo à Colonia, passando por San José.

A quarta será a etapa que passará por mais cidades na Volta. Os ciclistas sairão de Nueva Palmita, vão para Dolores, Mercedes, Fray Bento e chegam à Mercedes, passando por 173,9 km. Na terça-feira, a competição chega à sua metade. A quinta etapa, que passará por Youg, Trinidad e Durazno terá 164,1 km.

Depois, na sexta fase da Volta, será realizada a etapa mais longa. São 203 km entre Durazno e Tacuarembó, passando por Paso de los Toros. Na sétima, mais um contrarrelógio, dessa vez, individual, com 32,2 km em Melo.

Chegando na fase final da corrida, os ciclistas saem de Melo e vão até Triente y Tres num trajeto de 107,1 km e, na nona etapa, o deslocamento é de 159,1 km de Mariscala à Rocha, tendo pelo caminho Aiguá e San Carlos.

Por fim, no domingo de Páscoa, 27 de março, a maratona chega ao fim com o trajeto de San Carlos, Pan de Azúcar e Montevidéu, local da largada, percorrendo 168,2 km. Com isso, no total, os ciclistas percorrerão 1421,5 km.

PROGRAMAÇÃO
Etapa 1 – Montevidéu – Minas – 109,2km
Etapa 2 – Minas – Florida – 143km
Etapa 3A – Santa Lucia – Canelones – Crono por Equipes – 11,3km
Etapa 3B – Santa Lucia – Colonia – 150,3km
Etapa 4 – Nueva Palmita – Mercedes – 173,9km
Etapa 5 – Mercedes – Durazno – 164,1km
Etapa 6 – Durazno – Tacuarembó – 203km
Etapa 7- Melo – Crono Individual – 32,2km
Etapa 8 – Melo – Treinta y Tres – 107,1km
Etapa 9 – Mariscala – Rocha – 159,1km
Etapa 10 – San Carlos – Montevidéu – 168,2km