João Gaspar e Ramiro Rincón estão suspensos por doping

HomeCompetiçõesCiclismo

João Gaspar e Ramiro Rincón estão suspensos por doping

Ciclistas da equipe Funvic foram flagrados por uso de CERA em exame na Volta a Portugal; terceiro caso pode levar time brasileiro a ser suspenso de provas internacionais

João Marcelo Gaspar no prólogo da Volta a Portugal

João Marcelo Gaspar no prólogo da Volta a Portugal

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação/Luis Claudio Antunes/Bike76

A União Ciclística International (UCI) anunciou nesta quinta-feira (17 de novembro) que dois ciclistas da equipe Funvic Soul Cycles Carrefour estão suspensos por uso de doping. Os exames de João Marcelo Gaspar e do colombiano Ramiro Rincon realizados no dia 27 de julho, no prólogo da Volta a Portugal, acusaram o uso de CERA, um agente estimulante com efeito semelhante ao do EPO.

De acordo com a legislação, os ciclistas estão suspensos provisoriamente e ainda podem solicitar análise da amostra B.

A equipe, a única brasileira na categoria Pro Continental, por sua vez, também deverá responder pelo doping, e, segundo a UCI, poderá ficar suspensa de 15 dias a 12 meses de participação em provas internacionais, segundo o artigo 7.12.1 das Regras Antidoping. A pena da equipe ainda não foi definida e a UCI informou que o caso será levado para a Comissão Disciplinar, que “tomará a decisão oportunamente”. Leia as regras aqui

Esse é o terceiro caso de uso de CERA na equipe. Em 8 de agosto, Kleber Ramos, que representou o Brasil na prova de estrada dos Jogos Rio 2016, foi notificado de que havia falhado em exame antidoping em amostras coletadas em testes fora de competição em 31 de julho e 4 de agosto.

Ramiro Rincon com a camisa de líder de montanha na Volta a Portugal

Ramiro Rincon com a camisa de líder de montanha na Volta a Portugal

Na Volta a Portugal, o colombiano Ramiro Rincón havia conquistado o título de campeão de montanha. Já João Marcelo Gaspar, o 10º melhor tempo no prólogo, foi um dos destaques da equipe brasileira durante a competição.

A Funvic, em seu primeiro ano na categoria Pro Continental, aguardava a manutenção de sua licença para a temporada 2017 e, inclusive, já havia anunciado contratações. Leia aqui

A equipe publicou uma nota sobre o caso em seu site oficial: veja aqui

LEIA TAMBÉM
Rio 2016: Kleber Ramos é suspenso por doping