Ministério do Esporte assume gestão do velódromo olímpico

HomeCompetiçõesRio 2016

Ministério do Esporte assume gestão do velódromo olímpico

Administração do Parque Olímpico da Barra é transferida para o governo federal

Leonardo Picciani no evento em frente ao velódromo Foto: Francisco Medeiros

Leonardo Picciani no evento em frente ao velódromo Foto: Francisco Medeiros

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação/Ministério do Esporte

O Parque Olímpico da Barra foi transferido para o governo federal em cerimônia no dia 23 de dezembro, com a presença do ministro do Esporte, Leonardo Picciani, e do prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes. O complexo esportivo, que recebeu R$ 1,2 bilhão em investimentos federais para os Jogos Rio 2016, fará parte da Rede Nacional de Treinamento, em estruturação no país.

Com a transferência, o Ministério do Esporte será o responsável por administrar o Velódromo, além das Arenas Cariocas 1 e 2 e do Centro Olímpico de Tênis. O plano de uso ainda não foi definido, mas será feito em parceria com o Comitê Olímpico do Brasil (COB).

“Essa decisão conjunta que o ministério tomou com a prefeitura é o caminho mais adequado. Esses equipamentos estão entre os melhores que a gente tem no país e entre os melhores que existem no mundo para a prática de diversas modalidades. Nosso planejamento é dedicar este espaço para o treinamento de equipes e seleções, atletas de alto rendimento, categorias de base e, também, com projetos de inclusão social e de iniciação, que nos permitirão recrutar e descobrir novos talentos”, afirmou o ministro do Esporte, Leonardo Picciani.

“Vamos, nos próximos meses, anunciar um extenso calendário de competições e de eventos esportivos a serem realizados no Parque Olímpico”, completou o ministro.

Muro dos Campeões homenageia os atletas olímpicos e paralímpicos Foto: Francisco Medeiros

Muro dos Campeões homenageia os atletas olímpicos e paralímpicos Foto: Francisco Medeiros

No evento, a Prefeitura entregou as obras da Via Olímpica, que foi transformada em uma área de lazer e convivência para a população. No local, foi instalado o Muro dos Campeões – monumento tradicional em todas as edições dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos, que tem gravado todos os 2.568 medalhistas da Rio 2016, em dez painéis de aço em curva, cada um com 9 metros de comprimento por 3,4 metros de altura.

A instalação apresenta as medalhas de 8,5 centímetros de aço inox conquistadas nas competições dos Jogos do Rio: 834 simbolizam as de ouro, outras 834 as de prata e 900 as de bronze. Em cada medalha, os visitantes poderão conferir nomes dos países e, nos casos de esportes individuais, os nomes dos atletas campeões.