Rutas de América: Matias Médici é tricampeão; Fernando Finkler é vice na Sub-23

HomeCompetiçõesCiclismo

Rutas de América: Matias Médici é tricampeão; Fernando Finkler é vice na Sub-23

Richard Mascarañas venceu a última etapa em Montevidéu; melhor brasileiro na Elite foi Alan Maniezzo em oitavo

Do Bikemagazine
Fotos de Eduardo Schaucoski/Rutas de América

Richard Mascarañas comemora a vitória na última etapa em Montevidéu

Richard Mascarañas comemora a vitória na última etapa em Montevidéu

O argentino Matias Médici (Cerro Largo) conquistou o tricampeonato na Rutas de América. A última etapa foi disputada neste domingo (5 de março) entre Sarandi Grande e Montevidéu, com 151,1km. Médici terminou com o pelotão principal, na 15ª posição. Alan M. Presa (Alas Rojas) garantiu a segunda colocação geral, a 17 segundos de Médici.

Equipe Cerro Largo comemora a vitória de Matias Médici

Equipe Cerro Largo comemora a vitória de Matias Médici

“Mais uma vez, depois de 12 anos, volto a ganhar uma Rutas de América, a terceira em minha carreira. Aqui, todo mundo ataca o tempo todo, o ciclismo é bem agressivo. As equipes fecham as escaleras  por conta do vento e, até o último metro, não se pode considerar o ganhador”, afirmou o tricampeão. O próximo compromisso de Médici será na Volta do Uruguai no mês de abril.

A vitória na última etapa foi do experiente Richard Mascarañas (Alas Rojas) que foi o mais rápido no sprint e fechou o cronômetro com o tempo de 3h30min14s a uma velocidade média de 43.124km/h. A segunda colocação foi do argentino Victor Arroyo (Mardan-San Juan).

O brasileiro Rodrigo Araújo Melo (Ribeirão Preto) foi o 10º, com o mesmo tempo do pelotão. O melhor brasileiro na classificação geral foi Alan Maniezzo (Ribeirão Preto) que terminou na 8ª colocação, a 1min25s.

Na Sub-23, o título ficou com o uruguaio Alexander Gutierrez (Fray Bentos), que estava empatado com o brasileiro Fernando Finkler (Avaí). Mas, na segunda disputa de meta volante, no KM 99, o uruguaio passou em terceiro e garantiu um segundo de bônus que fez toda a diferença no resultado da geral da categoria.

“A volta foi muito dura, com muito calor no início. Fizemos uma prova de alto nível e competimos de igual para igual. Dos 180 que largaram, praticamente terminou a metade. Finkler terminou em segundo na Sub-23 e acho que faltou um pouquinho de atenção para ele. De forma geral foi um ótimo início de temporada”, declarou Diones Chinelatto, técnico da equipe Avaí de Florianópolis.

O time paulista de Ribeirão Preto concluiu na quarta colocação (a 1min34s) entre as equipes e o Avaí de Florianópolis foi o 9º colocado, a 35min51s da equipe campeã San Antonio.