Giro D’Itália: pelotão se prepara para a etapa rainha

HomeCompetiçõesGiro D'Itália

Giro D’Itália: pelotão se prepara para a etapa rainha

Após o terceiro e último dia de descanso, é a vez de encarar o Passo del Mortirolo e o Passo dello Stelvio nesta terça-feira na 16ª etapa, que termina com descida técnica

Altimetria da 16ª etapa do Giro D'Itália 2017

Altimetria da 16ª etapa do Giro D’Itália 2017

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação

O pelotão do Giro D’Itália descansa nesta segunda-feira (22 de maio) para, na terça-feira, enfrentar a etapa rainha, de Rovetta e Bormio, com 222 km de percurso e elevação total de 5.500m, que abre a programação da terceira e última semana.

A subida ao Mortirolo

A subida ao Mortirolo

A ascensão ao Mortirolo será dedicada a Michele Scarponi, que batiza a subida que dará o dobro de pontos na classificação de montanha e garante lugar no pódio final, em Milão.

A subida ao Mortirolo é bem conhecida e respeitada pelos ciclistas. Em 2010, foi o cenário da última vitória de Scarponi no Giro, à frente de Ivan Basso e Vincenzo Nibali. A subida estreou na competição em 1990 e já foi cenário da disputa em 11 edições desde então.

Rumo ao Passo dello Stelvio

Rumo ao Passo dello Stelvio

Descida técnica no trecho final da 16ª etapa

Descida técnica no trecho final da 16ª etapa

Há ainda a Stelvio, que o pelotão vai escalar duas vezes, é a Cima Coppi (o ponto o mais elevado) da prova de 2017. A subida totaliza 13,5 km, com subida constante a 9%, com pico de 12%. Depois há uma descida técnica (com alguns túneis ao longo da rota) para, em seguida, seguir o caminho até Bormio. Os 20km finais são em descida.

Na classificação geral, Tom Dumoulin (Sunweb) manteve a maglia rosa, com Nairo Quintana (Movistar) em 2º a 2min41s e Thibaut Pinot (FDJ) em 3º, a 3min21s.

LEIA MAIS
Giro D’Itália no Bikemagazine