Giraventura ensina o cálculo correto da Porcentagem de Inclinação (Declividade)

HomeTreino

Giraventura ensina o cálculo correto da Porcentagem de Inclinação (Declividade)

Aprenda a maneira correta de calcular as porcentagens de inclinação das subidas e descidas

Por Nestor Freire / Giraventura
Especial para o Bikemagazine

Qual o cálculo correto para a Porcentagem de Inclinação (Declividade)? Como um bom engenheiro, vou desmitificar de uma vez por todas essas tais porcentagens de inclinação que todos vemos em subidas e descidas por aí. Na trigonometria a tal porcentagem de inclinação tem nome: Declividade.nestor-1 Exemplo 1: Pico do Jaraguá, São Paulo: Você está numa altitude de 605 m (C) e foi a 905 m (B). Sua distância horizontal começou em zero (A) e terminou em 4130 m (C). Assim fazendo as contas:

dh = B – C → 905 – 605 = 300 m
dH = C – A → 4130 – 0 = 4130 m
D = dh / DH * 100 → 300 /4130 = 0,0726 → 0,0726 x 100 = 7,26 %

Portanto a declividade média é de 7,26 %

Simples o cálculo, não?

Então, aí que entra um detalhe, não conseguimos fazer esse cálculo tão corretamente assim “na unha”. Por quê? Porque o dH, que é a distância horizontal, é projetada pelo seu Garmin ou Strava a partir da sua distância percorrida AB, aí com esses dados ele faz o cálculo preciso.

Veja na figura abaixo que o gráfico Elevação x Distância produzido pelo Garmin é baseado na distância horizontal e não na sua distância percorrida:nestor-2
​​
Então não é possível fazer o cálculo da declividade sabendo apenas a distância que eu pedalei AB e a diferença de altura BC?

Sim, é possível termos um resultado aproximado para declividades de até 14% pois a distância percorrida no seu pedal AB e a distância horizontal AC quase se equivalem.

Veja abaixo o mesmo exemplo 1, porém aplicando a distância percorrida AB através de um simples odômetro:

Exemplo 2: Subida Pico do Jaraguá, São Paulo: Você está numa altitude de 605 m (C) e foi a 905 m (B). Sua distância percorrida começou em zero (A) e terminou em 4140 m (B). Assim fazendo as contas:

dh = B – C → 905 – 605 = 300 m
BA = B – A → 4140 – 0 = 4140 m
D = dh / BA * 100 → 300 /4140 = 0,0724 → 0,0724 x 100 = 7,24 %

Portanto a declividade média é de 7,24 %

Conclusão: Sim, é possível se utilizar as duas metodologias para declividades de até 14% com uma margem de erro muito pequena.

Nestor Freire
Giraventura
www.giraventura.com.br