Lance Armstrong em podcast sobre Caso Froome: o estrago está feito

HomeCompetiçõesCaso Lance Armstrong

Lance Armstrong em podcast sobre Caso Froome: o estrago está feito

Texano banido do esporte para sempre diz que o ciclismo é o capacho do esporte mundial. "E, a propósito, tenho de dizer: Eu tenho muita culpa disso"

Lance Armstrong: “Manchei o ciclismo”

Do Bikemagazine
Foto de divulgação

Lance Armstrong resolveu falar sobre o Caso Salbutamol e Chris Froome (Sky) em seu mais recente podcast. “Sou a última pessoa que poderia falar sobre esta situação”, começou o texano, sobre o resultado adverso de Froome, que apontou a presença do broncodilatador Salbutamol duas vezes acima do permitido para uso terapêutico em um exame de urina no dia 7 de setembro, durante a Vuelta a Espanha. Armstrong acredita que Froome deve ter a possibilidade de explicar o que aconteceu. “Ele até pode ser completamente inocente, mas está manchado para sempre. O estrago está feito”, destacou.

No episódio de 45 minutos do podcast, o norte-americano ainda admitiu que parte da culpa da atual imagem do ciclismo é dele: “O ciclismo é o capacho do esporte mundial e, a propósito, tenho de dizer: Eu tenho muita culpa disso. Sim, sou grande responsável por isso porque manchei a modalidade.”

Armstrong falou sobre o caso de Froome motivado por uma reportagem do The New York Times. “Ao ler o texto você fica com a ideia de que Froome usa doping no café da manhã e não é assim, não é justo para ele”, disse. O texano atentou ainda para a demora na resolução do caso, e para as dificuldades que Froome terá de enfrentar. “A investigação pode durar meses e se ele for correr em julho, na França, vai ser um pesadelo. Eu sei como é”, completou.

Froome, campeão da Vuelta 2017, disse ter “seguido os conselhos do médico da equipe Sky” para aumentar a dosagem por causa do agravamento da sua asma. “É do conhecimento público que tenho asma e eu conheço detalhadamente as regras. Eu utilizo um inalador para atenuar os sintomas (sempre dentro dos limites permitidos) e sei que sou, obviamente, controlado em cada dia que uso a camisa de líder”, afirmou.

Vale lembrar que o exame apontou uma concentração de 2.000 nanogramas por mililitro de Salbutamol, o dobro do autorizado pela Agência Mundial Antidopagem (AMA). O organismo acrescentou que, atendendo à substância em causa, o corredor não incorre numa suspensão provisória obrigatória. Salbutamol é utilizado para tratar doenças como asma ou doença pulmonar crônica, podendo também ser usado como doping para melhorar a resistência.

O tetracampeão do Tour, de 32 anos, venceu a Vuelta pela primeira vez nesta temporada, depois de ficar duas vezes em 2º lugar, em 2011 e 2014. Froome, que pode perder o título da prova espanhola e cumprir suspensão, contratou Mike Morgan, um dos advogados mais conhecidos do mundo esportivo quando o assunto é doping, que já teve como clientes o espanhol Alberto Contador e a tenista russa Maria Sharapova (leia mais aqui).

LEIA MAIS
Froome sob suspeita após exame apontar doping na Vuelta

PODCAST DE LANCE ARMSTRONG SOBRE FROOME
[youtube url=”https://www.youtube.com/watch?v=3eXvB0FwwW0″ width=”560″ height=”315″]