Mundial de MTB: Schurter é campeão pela 7ª vez; Avancini é 4º

HomeCompetiçõesMountain bike

Mundial de MTB: Schurter é campeão pela 7ª vez; Avancini é 4º

Henrique Avancini repete resultado do ano passado; no feminino, norte-americana Kate Courtney é a campeã. Confira os resultados do cross country em Lenzerheide, na Suíça

Schurter conquista o título mundial pela 7ª vez

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação/© Michal Cerveny/UCI

O suíço Nino Schurter conquistou neste sábado (8 de setembro) seu sétimo título de campeão mundial de cross country, no último dia das disputas do XCO em Lenzerheide, na Suíça. Schurter, que mora a 20 minutos do local da competição, contou com a torcida a favor e atacou logo na primeira volta. “Essa foi definitivamente uma vitória especial, eu diria a melhor”, disse Schurter. “Correr com tantas pessoas torcendo por mim foi incrível”.

Apenas o italiano Gerhard Kerschbaumer o acompanhou e eles seguiram na ponta durante toda a disputa.

No início da última volta, Schurter aumentou o ritmo e Kerschbaumer não conseguiu responder, terminando a prova em 2º lugar, a 11 segundos. Mathieu van der Poel, da Holanda, que assumiu o 3º lugar na quarta volta, segurou o resultado e garantiu lugar no pódio, a 1min14s.

Pódio do XCO Elite em Lenzerheide

Avancini ficou com o 4º lugar

O brasileiro Henrique Avancini, número 2 do ranking mundial, repetiu o resultado do ano passado e ficou com o 4º lugar, a 1min53s. “Mais uma grande performance, repetindo a marca de 2017. Não consegui me livrar do pelotão perseguidor, que não estava muito preocupado em fazer a coisa andar para buscar uma medalha. Acabei jogando muita energia fora… No geral, um último capítulo de XCO dessa temporada, marcante para nós, que foi do começo ao fim com bons resultados. Foi um prazer largar como número 2 do ranking mundial, vestindo a camisa amarela”, comentou.

Na seleção do Brasil, Guilherme Muller Gotardelo foi o 42º colocado e Luiz Henrique Cocuzzi o 61º.

Pódio do XCO Elite feminino

Na Elite das mulheres, a vencedora foi a norte-americana Kate Courtney. A disputa começou com um forte ataque da campeã mundial de 2016, Annika Langvad, da Dinamarca, que abriu vantagem sobre Kate Courtney e Emily Batty, do Canadá.

Langvad parecia ter a corrida sob seu controle, com vantagem de 35 segundos no final da segunda volta, mas na sexta e penúltima volta a norte-americana conseguiu abrir em trecho técnico e cruzou com vantagem de 47 segundos. Langvad ficou em 2º e Batty em 3º.

Da seleção do Brasil, Raiza Goulão ficou em 29º e Jaqueline Mourão, atual campeã brasileira, foi a 36ª.

Nas disputas do XCO, na categoria Sub 23 os campeões foram Alan Hatherly (África do Sul) e Alessandra Keller (Suíça). A vitória de Hatherly veio nove anos depois que o sul-africano, o falecido Burry Stander, se tornou o primeiro vencedor do XCO para sua nação. Na categoria Junior, Alexandre Balmer (Suíça) e Laura Stigger (Áustria) foram os vencedores.

Resultados completos aqui