China mostra interesse em patrocinar a equipe Sky

HomeCompetiçõesCiclismo

China mostra interesse em patrocinar a equipe Sky

CEO do Chinese Global Cycling Project diz que saída de patrocinador é uma oportunidade que será olhada "com seriedade"; orçamento anual da equipe é de US$ 30 milhões

Geraint Thomas e colegas da Sky na etapa final do Tour de France 2018 Foto: ASO

Do Bikemagazine
Foto de divulgação

Após a gigante da TV paga Sky confirmar que deixará de patrocinar a equipe de Chris Froome (leia mais aqui), a China já mostrou interesse em ocupar o lugar, segundo a imprensa especializada. De acordo com o CEO do Chinese Global Cycling Project, Tim Kay, o projeto, atualmente no processo de montar a primeira equipe chinesa World Tour, previsto para 2020, ” a oportunidade será olhada com seriedade”.

A equipe Sky anunciou na quarta-feira que começava a procurar um novo patrocinador para a temporada de 2020. Kay, admirador de Dave Brailsford, disse que sentiu “pena” ao saber da notícia. “Eu sinto muito o que Dave Brailsford está passando após tudo o que ele fez pelo ciclismo. Eu nunca o conheci, mas eu tenho muito respeito por ele”, afirmou.

A equipe, que tem um dos maiores orçamentos do ciclismo World Tour, de US$ 30 milhões por ano, corre contra o tempo para garantir sua presença no pelotão após o final da temporada 2019, quando encerra o patrocínio do grupo Sky.

Com seis vitórias no Tour de France, uma com Bradley Wiggins, quatro com Chris Froome e a mais recente, com Geraint Thomas, a equipe britânica é uma das mais bem-sucedidas do pelotão. Em 2017 venceu a Volta a Espana e nesta temporada faturou o Giro D’Itália, ambas conquistas de Froome.

LEIA MAIS
Empresa Sky anuncia fim de patrocínio com equipe no final de 2019