Homem mais rico da Grã-Bretanha pode ser a salvação da equipe Sky

HomeCompetiçõesCiclismo

Homem mais rico da Grã-Bretanha pode ser a salvação da equipe Sky

Sir Jim Ratcliffe, fundador da indústria química Ineos, a 2ª maior do mundo, é apontado como o mais provável futuro patrocinador da equipe de Chris Froome

Equipe Sky está em busca de novo patrocinador

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação

Sir Jim Ratcliffe, de 66 anos, é atualmente o homem mais rico da Grã-Bretanha, com uma fortuna estimada em 21 bilhões de libras esterlinas (R$ 107 bilhões) segundo o The Sunday Times Rich List, dono de várias empresas, entre elas a indústria química Ineos, a 2ª maior do mundo em seu segmento.

Segundo a imprensa britânica, o nobre é o nome mais provável para se tornar o principal patrocinador da equipe Sky a partir do fim do contrato com a gigante do setor de TV paga, no final da temporada 2019. 

Sir Jim Ratcliffe, o homem mais rico da Grã-Bretanha Foto: The Sunday Times

O anúncio da nova parceria, se concretizada, deve ser feito antes do Giro D’Itália. A corrida é contra o tempo já que, pelas novas regras da UCI (União Ciclística Internacional) para 2020, as equipes precisam confirmar sua solicitação de licença WorldTour até 1º de abril de 2019.

Ainda não há confirmação de qual nome a equipe poderia adotar a partir da chegada de Ratcliffe, mas as apostas são grandes em torno de Team Ineos. Vale destacar que Ratcliffe é triatleta e compete regularmente, tem negócios no mundo dos esportes e patrocina a equipe de vela Ineos Team UK, além de ter uma participação majoritária no time de futebol Lausanne-Sport, da Suíça. 

O diretor da equipe, Sir David Brailsford, estava em busca de um novo patrocinador para o time, cujo orçamento anual é de 34 milhões de libras por ano, e diversos rumores já tinham aparecido, inclusive uma parceria com a Ecopetrol, a companhia petrolífera colombiana, mas nada foi confirmado.

A Sky patrocina a equipe desde a sua criação, em 2010. Com seis vitórias no Tour de France, uma com Bradley Wiggins, quatro com Chris Froome e a mais recente, com Geraint Thomas, a equipe britânica é uma das mais bem-sucedidas do pelotão. Em 2017 venceu a Volta a Espana e nesta temporada faturou o Giro D’Itália, ambas conquistas de Froome. Na equipe, 12 ciclistas estão com contrato vigente até 2020, incluindo Froome e Thomas.

LEIA TAMBÉM
Empresa Sky anuncia fim de patrocínio com equipe no final de 2019