Omloop Het Nieuwsblad: Stybar conquista vitória solo

HomeCompetiçõesCiclismo

Omloop Het Nieuwsblad: Stybar conquista vitória solo

Greg Van Avermaet e Tim Wellens ficaram em 2º e 3º na primeira clássica da temporada; no feminino, a vencedora foi Chantal Blaak, também em vitória solo

Stybar na vitória da Omloop Het Nieuwsblad 2019

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação

O tcheco Zdenek Stybar (Deceuninck-QuickStep) conquistou neste sábado (2 de março) uma vitória solo na 74ª edição da corrida Omloop Het Nieuwsblad, na Bélgica, com o tempo de 4h53min12s após atacar nos últimos quilômetros. Os belgas Greg Van Avermaet (CCC) e Tim Wellens (Lotto Soudal) ficaram em 2º e 3º.

Stybar, Van Avermaet e Wellens, além de Dylan Teuns (Bahrein-Merdia) e Alexey Lutsenko (Astana) estavam escapados a 5 km da meta e seguravam a vantagem de 30 segundos sobre o grupo perseguidor. Stybar atacou a 2,5 km, no mesmo ponto onde, em 2018, Michael Valgren escapou e faturou a disputa, e conseguiu abrir uma pequena diferença. Van Avermaet respondeu, mas o grupo não trabalhou para alcançar o escapado. Teuns chegou a fazer um contra-ataque, Van Avermaet tentou novamente, mas já era tarde demais e Stybar, três vezes campeão mundial de ciclocross, comemorou.  

A corrida, que reuniu as 18 equipes World Tour, mais 7 equipes convidadas, teve percurso de 199,8 km, entre Ghent e Ninove. A prova não é apenas a primeira da temporada de ciclismo belga, mas também a corrida que marca o início das Clássicas da Primavera na região de Flanders e a primeira corrida de um dia do calendário UCI World Tour na Europa.

Uma curiosidade: a 90 kms da meta da corrida feminina, o pelotão masculino estava a ponto de ser alcançado e a disputa teve que ser neutralizada, um fato até então inédito na corrida.

TOP 10
1 Zdenek Stybar (Tche) Deceuninck-QuickStep 04:53:12
2 Greg Van Avermaet (Bel) CCC Team
3 Tim Wellens (Bel) Lotto Soudal
4 Alexey Lutsenko (Caz) Astana Pro Team
5 Dylan Teuns (Bel) Bahrain-Merida
6 Jean-Pierre Drucker (Lux) Bora-Hansgrohe
7 Yves Lampaert (Bel) Deceuninck-QuickStep
8 Philippe Gilbert (Bel) Deceuninck-QuickStep
9 Matteo Trentin (Ita) Mitchelton-Scott
10 Oliver Naesen (Bel) AG2R La Mondiale

A CHEGADA

Na disputa das mulheres, Chantal Blaak (Boels-Dolmans) também conquistou vitória solo. A campeã holandesa garantiu a primeira vitória de sua equipe na temporada ao atacar no alto do Bosberg e abrir vantagem de 28 segundos sobre o grupo escapado, onde estava sua companheira de equipe Anna van der Breggen, uma das favoritas.

A campeã holandesa Chantal Blaak na vitória solo

A 7 quilômetros da meta, a vantagem já estava em 45 segundos e a vitória garantida. Neste ano, a corrida feminina teve 123 km, com 10 subidas e 5 trechos de paralelepípedos (duas subidas a mais e dois trechos de paralelepípedos a mais em relação a 2018).

TOP 10
1 Chantal Blaak (Hol) Boels Dolmans Cyclingteam
2 Marta Bastianelli (Ita) Team Virtu Cycling
3 Jip van den Bos (Hol) Boels Dolmans Cyclingteam
4 Annemiek van Vleuten (Hol) Mitchelton-Scott Women
5 Alexis Ryan (EUA) Canyon-SRAM
6 Jeanne Korevaar (Hol) CCC-Liv
7 Aude Biannic (Fra) Movistar Team Women
8 Sofie De Vuyst (Bel) Parkhotel Valkenburg
9 Christina Siggaard (Din) Team Virtu Cycling
10 Floortje Mackaij (Hol) Team Sunweb Women

A CHEGADA