Alemã de 24 anos é a 1ª mulher campeã da Transcontinental Race

HomeCompetiçõesMais competições

Alemã de 24 anos é a 1ª mulher campeã da Transcontinental Race

Fiona Kolbinger, que participou da prova pela 1ª vez, marcou o tempo de 10 dias, 2 horas e 48 minutos da corrida de 4 mil km

Fiona Kolbinger, a primeira mulher a vencer a Transcontinental Race

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação/Angus Sung © /Transcontinental.cc

A alemã Fiona Kolbinger, de 24 anos, marcou seu nome na história ao se tornar a primeira mulher a vencer uma das competições de ultraciclismo mais difíceis do mundo: a Transcontinental Race, com 4 mil quilômetros de percurso, entre a Bulgária e a França, que atravessa sete países e reuniu 264 competidores, entre eles 40 mulheres.

Fiona Kolbinger cruzou a meta em Brest, na França, em 1º lugar, na segunda-feira (5 de agosto) com o tempo de 10 dias, 2 horas e 48 minutos. O britânico Ben Davies foi o 2º colocado, com 10 dias, 13 horas e 10 minutos, seguido pelo holandês Job Hendrickx, com 10 dias, 15 horas e 48 minutos em 3º.

Fiona Kolbinger em ação na corrida de ultraciclismo com 4 mil km de percurso

A ciclista contou que pedalou de 15 horas a 17 horas por dia durante a disputa. “Estou muito contente. Minha meta era o pódio feminino, não achei que conseguiria vencer a corrida toda”, disse a ciclista da cidade de Heidelberg, que trabalha como pesquisadora especializada em câncer, e participou da prova pela primeira vez.

A sétima edição da corrida começou no dia 27 de julho em Burgas, na Bulgária, às margens do Mar Negro. No percurso, os atletas devem fazer seu próprio planejamento, navegação e pesquisa, além de cuidarem da mecânica das bikes. Todos devem passar por quatro pontos de controle, cada um acompanhado por um trecho obrigatório a ser percorrido, cada um com um desafio específico, entre eles, nesta edição, estavam o Timmelsjoch (2.474m), no Tirol,  na fronteira entre a Itália e a Áustria, e o Col du Galibier (2.645m), uma das estradas pavimentadas mais altas dos Alpes franceses e muito conhecido pelos ciclistas do Tour de France.

Quatro pontos de checagem são obrigatórios na corrida

Dependendo da rota escolhida, os competidores passaram por sete ou mais países, incluindo Áustria, Bulgária, Bósnia, Croácia, França, Itália, Kosovo, Sérvia, Eslovênia e Suíça.

LEIA MAIS
Site oficial da Transcontinental Race