Mundial 2019: Annemiek van Vleuten vence com ataque solo a 100 km

HomeCompetiçõesMundial de Ciclismo

Mundial 2019: Annemiek van Vleuten vence com ataque solo a 100 km

Holandesa é a nova dona da camisa arco-íris do ciclismo de estrada depois que cruzar a meta com incríveis 2min15s de vantagem sobre a colega Anna van der Breggen; brasileiras não terminaram

A holandesa Annemiek van Vleuten na vitória solo em Harrogate

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação/UCI

A holandesa Annemiek van Vleuten conquistou neste sábado (28 de setembro) a camisa arco-íris de campeã mundial de ciclismo de estrada com uma impressionante vitória solo em Harrogate, no condado de Yorkshire, na Inglaterra. O percurso foi de 149km e, a pouco mais de 100 km da meta, Van Vleuten atacou e ninguém a alcançou.

A nova campeã mundial cruzou com incríveis 2min15s de vantagem sobre a colega de seleção Anna van der Breggen. A australiana Amanda Spratt ficou em 3º, a 2min28s.

Disputa da Elite das mulheres teve 149 km de percurso

Pódio da Elite do Mundial 2019

Van Vleuten pegou o pelotão desprevenido na escalada em Lofthouse e, apesar de uma perseguição fervorosa de algumas favoritas, incluindo Lizzie Deignan (Grã-Bretanha), manteve o ritmo forte e cruzou a meta sem demonstrar cansaço. Na chegada, abraçou a mãe, emocionada. 

A colega de equipe e campeã de 2018 Anna van der Breggen se manteve no grupo perseguidor, viu a norte-americana Chloe Dygert, a nova campeã mundial de contrarrelógio escapar, mas se controlou, esperando até os últimos cinco quilômetros para acelerar. Dygert perdeu as forças no início do circuito final e terminou em 4º lugar, a 3min24s.

O momento do ataque de Annemiek van Vleuten

Na entrevista após a corrida, a campeã disse que a fuga não foi algo que tinha planejado. “Na verdade, eu queria dar duro na escalada. Quando vi que tinha uma lacuna, meu treinador falou para eu continuar. Foi um um plano maluco. Eu treino muito e acho que isso me ajudou para estar pronta para um esforço tão grande”, comentou a ciclista que, nesta temporada, se recuperou de uma fratura na perna que sofreu na prova de estrada do Mundial do ano passado e, em março, venceu a Strade Bianche.

Vale lembrar que a ciclista é a mesma que, na prova de estrada dos Jogos Rio 2016, liderava a corrida quando, a 11km da meta, teve uma grave queda.  

Das 63 ciclistas que não completaram a prova estão as brasileiras Ana Paula Polegatch e Flávia Oliveira.

VEJA A ÍNTEGRA

TOP 10
1 Annemiek van Vleuten (Holanda) 4:06:05
2 Anna van der Breggen (Holanda) 0:02:15
3 Amanda Spratt (Austrália) 0:02:28
4 Chloe Dygert (EUA) 0:03:24
5 Elisa Longo Borghini (Itália) 0:04:45
6 Marianne Vos (Holanda) 0:05:20
7 Marta Bastianelli (Itália) m.t. 
8 Ashleigh Moolman-Pasio (África do Sul) m.t. 
9 Lisa Brennauer (Alemanha) m.t. 
10 Coryn Rivera (EUA) m.t.

As disputas do Mundial 2019 terminam neste domingo, sem representantes do Brasil, com uma prova dura, com 284 quilômetros, o que a torna a segunda maior corrida do ano, apenas sete quilômetros atrás da Milão-San Remo. A prova de estrada dos homens terá transmissão ao vivo no Brasil no canal pago SporTV 3 a partir das 13h.

Veja mais no site oficial

LEIA MAIS
Mundial de Ciclismo 2019 no Bikemagazine