Ribeirão Preto é o Brasil em San Juan e no Tour Colômbia

HomeCompetiçõesCiclismo nacional

Ribeirão Preto é o Brasil em San Juan e no Tour Colômbia

Time do interior paulista finaliza renovação de licença Continental e se prepara para provas sul-americanas; em San Juan, vai contar com Vinicius Rangel, da equipe de base de Valverde

Pelotão com ciclistas de Ribeirão Preto na Volta de San Juan de 2018

Dani Prandi/Do Bikemagazine
Fotos de divulgação

A equipe de Ribeirão Preto (São Francisco Saúde SME Ribeirão Preto) terá um intenso início de temporada em 2020. Em entrevista ao Bikemagazine, o técnico Marcelo Donnabella confirmou que a equipe será o Brasil na Volta de San Juan, na Argentina, e no Tour Colômbia, e que a renovação para se manter na categoria UCI Continental está sendo finalizada.

O técnico Marcelo Donnabella

Antes de San Juan, de 26 de janeiro a 2 de fevereiro, o time do interior paulista irá disputar o Giro del Sol, também na Argentina, de 9 a 12 de janeiro. “Depois, já ficaremos por lá para a Volta”, conta o técnico. “A equipe de Ribeirão recebeu o convite para San Juan, mas na hora da inscrição vimos que o valor de 3.500 euros de despesas com os passaportes biológicos exigidos, agora que a corrida é de categoria UCI Pro Series, seria demais para nós. Conversamos com a CBC (Confederação Brasileira de Ciclismo) e decidimos ir como seleção”, completa. Vale lembrar que esta será a segunda vez que Ribeirão irá correr com a cores do Brasil em San Juan – a primeira foi em 2018.

O convite para o Tour Colômbia, de 11 a 16 de fevereiro, veio depois que Donnabella manteve contato com a Federação Colombiana durante os Jogos Pan-Americanos de Lima (2019), quando coordenou a equipe de ciclismo. “Na semana retrasada recebemos o convite e também vamos para a prova como seleção brasileira.”

Em março, a equipe vai disputar a clássica Gran Premio de La Patagonia e a Volta de Chiloé, ambas no Chile, e, em abril, estará na Volta do Uruguai; em maio, a equipe poderá disputar o Pan-Americano de Ciclismo, a depender da confirmação da CBC. “Queremos andar bem e mostrar que estamos preparados para tentar um convite para o Giro Baby, o Giro D’Itália da Sub 23, em junho, para fechar o semestre com chave de ouro”, planeja. “No ano passado tínhamos convites para Portugal e China, mas não conseguimos viabilizar nossa ida. No ano que vem, apesar de estarmos com um orçamento menor, vamos nos planejar mais.”

Segundo Donnabella, o foco da equipe, que continua sua parceria com as bicicletas Soul, vai mudar em 2020. A equipe ainda não está totalmente confirmada, mas ele afirma que o time terá “dois ou três ciclistas da Elite e sete da categoria Sub 23”. “Vamos investir mais nas categorias de base, é um novo ciclo que começa, para, até 2028, melhorar o nível dos ciclistas do Brasil, que não terá representante nos Jogos de Tóquio-2020.”

Vinicius Rangel no Mundial de Ciclismo de 2019

A categoria Sub 23 está no foco e, para reforçar o time na Volta de San Juan, a equipe vai contar com Vinicius Rangel, de 18 anos, que passou alguns meses de 2019 na equipe de base de Alejandro Valverde na Espanha e integrou a seleção do Brasil no Mundial na Inglaterra. Vale destacar que Rangel, de Cabo Frio (RJ), confirmou durante o Mundial que voltará para a equipe Valverde Team-Terra Fecundis em 2020. “Tentei contratar o Vinicius mas para ele não vale a pena ficar no Brasil. Então o convidei para San Juan. Será ele e mais cinco ciclistas de Ribeirão, entre eles três Sub 23 que já estão confirmados, o Leonardo Finkler, o Felipe Ronzani e o Marcos Levy da Matta”, conta o técnico. “A nossa expectativa é andar bem na Sub 23 e conseguir colocar pelo menos um brasileiro no Top 5.”

LEIA MAIS
Reportagens sobre a equipe de Ribeirão Preto no Bikemagazine