Itália anuncia roteiro cicloturístico de 800 km entre o Vêneto e a Puglia

HomeCicloturismo

Itália anuncia roteiro cicloturístico de 800 km entre o Vêneto e a Puglia

Projeto recebe aprovação de federação ambiental e, quando finalizado, se tornará a rota para bicicletas mais longa do território italiano

Trajeto da Ciclovia Adriática, que será a maior da Itália, com 800 km

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação

Uma nova rota de cicloturismo foi aprovada na Itália e terá mais de 800 km, passando por seis regiões: Marche, Veneto, Emília-Romagna, Abruzzo, Molise e Puglia. A ciclovia, quando finalizada, será a mais extensa em terras italianas.

O projeto, batizado de Ciclovia Turística Adriática, já recebeu a aprovação técnica da FAB (Federazione Italiana Ambiente e Bicicletta) e, até o dia 30 de janeiro, empresas italianas e internacionais poderão solicitar informações sobre a viabilidade técnica e econômica do projeto, que deverá reforçar a infraestrutura do turismo com bicicleta.

Cicloturismo no Largo de Garda

A proposta do grande roteiro começou a ser pensada em 2016, durante o evento Bicistaffetta, quando representantes do setor de bicicleta encontraram políticos, administradores e potenciais investidores que poderiam se beneficiar da construção da ciclovia e da conversão de antigas ferrovias em ciclovias. “O tema é amplo e o potencial do cicloturismo é ainda maior. O projeto está tomando forma”, disse Antonio Dalla Venezia, que comanda a área de cicloturismo da Federação.

Algumas ciclovias que já existem serão recuperadas e incorporadas ao projeto, como o trecho em Abruzzo, que prevê 131 km de ciclovia e trajeto para pedestres entre Martinsicuro e San Salvo, passando por 19 municípios. Hoje estão disponíveis 85 km.

A Itália conta com diversas rotas turísticas para bicicletas e bike-hotéis em todas as regiões.