San Juan: campeão brasileiro de crono André Gohr pronto para a disputa

HomeCompetiçõesCiclismo nacional

San Juan: campeão brasileiro de crono André Gohr pronto para a disputa

Catarinense recebe convite inesperado para integrar seleção brasileira e vai disputar a prova na Argentina pelo 2º ano seguido, com foco na etapa de crono de 15km no 3º dia

O catarinense André Gohr, campeão brasileiro de contrarrelógio de 2019

Dani Prandi / Do Bikemagazine
Fotos de divulgação

O catarinense André Gohr, de 23 anos, atual campeão brasileiro de contrarrelógio, recebeu um convite inesperado. Foi chamado para entrar na equipe da seleção brasileira para a Volta de San Juan, que começa no próximo dia 26, na Argentina, na última hora. “Estou com um bom volume de treinos, que comecei em novembro. Estou com uma expectativa boa, apesar do alto nível da prova”, conta o ciclista ao Bikemagazine.

Gohr vai ocupar a vaga de Rafael Andriato, que se acidentou na 1ª etapa do Giro del Sol, o primeiro compromisso da seleção antes de San Juan, e voltou ao Brasil para se recuperar (leia mais aqui). “Fiquei triste pelo Andriato, somos bem próximos”, conta. O catarinense recebeu um telefonema do técnico Marcelo Donnabella e disse que aceitou prontamente. Este será seu segundo ano seguido em San Juan. O ciclista também disputou, em 2016, a última edição do Tour de San Luis.

O catarinense, que embarca quinta-feira para a Argentina com Renan Quadri, escalado para substituir Levy da Matta, que também caiu e abandonou o Giro del Sol, conta que já estudou as etapas e que a prova de contrarrelógio de 15 km em Ullum, na 3ª etapa, será sua prioridade. “Não estou no melhor nível porque não esperava ir para San Juan, mas com certeza a prova de contrarrelógio é o meu foco.”

Gohr na Volta de San Juan de 2019

E San Juan será uma boa oportunidade para Gohr. Ex-integrante da equipe Funvic desde 2017, deixou o time de Pindamonhangaba (SP) no final da temporada passada e segue em busca de uma nova equipe. “Estou com algumas expectativas, mas por enquanto ainda não fechei. Quando saí da Funvic busquei equipes na Argentina e no Uruguai, mas não desenrolou como esperava. As equipes seguem um calendário diferente, com provas entre setembro e abril. No Brasil os times estão com orçamento apertado mas espero que, até fevereiro, tenha alguma novidade.”

Gohr, que entre os anos de 2014 e 2016 participou de intercâmbio e treinou no Centro Mundial de Ciclismo, em Aigle, na Suíça, depois de despontar nas categorias de base, tem experiência internacional e já disputou a Volta da Catalunha, a Volta do Uruguai e o Tour da China quando a Funvic era da categoria Pro Continental, em 2017. “Foi um ano bacana”, lembra.

O atleta, que é de Brusque (SC), terra-natal de ciclistas como Márcio May e Murilo Fischer, é filho de Eduardo Gohr e primo de Soelito Gohr, também ciclistas. Ele conta que prativava natação na infância, mas acompanhava o pai nas competições de bike. “Fui pegando gosto e aos 10 anos ganhei uma speed. Ainda levei a natação e o ciclismo por mais dois anos, mas depois resolvi me dedicar somente ao ciclismo. Meu pai sempre me apoiou e estou aí até hoje.”

Logo descobriu que sua especialidade era o contrarrelógio depois de, em 2011, 2012 e 2013, vencer o título nacional nas categorias de base. Em 2018 foi campeão brasileiro de contrarrelógio na Sub 23 e, no ano passado, faturou seu primeiro título na Elite. Em seu currículo estão o título de campeão da Volta Ciclística da Juventude, no Uruguai, em 2014, e uma vitória por etapas, justamente na prova de crono, do Giro du Nord Vaudois, na Suíça, em 2015, entre outros. “Minha característica é passista e minha especialidade é o contrarrelógio, mas vou bem em terrenos seletivos. Só nas altas montanhas é que sofro um pouco”, conta o atleta da Força Aérea Brasileira (FAB), que participou dos Jogos Mundiais Militares em 2019.

A Volta de San Juan terá sete etapas e termina no dia 2 de fevereiro. A corrida, que passa a integrar a nova categoria UCI Pro Series em 2020, terá percurso semelhante aos das edições mais recentes. Leia mais aqui

AS ETAPAS
1ª etapa (26/1): Largada e chegada no Teatro del Bicentenario.
2ª etapa (27/1): Etapa de La Difunta Correa. Largada e chegada na Ciudad Deportiva de Pocito
3ª etapa (28/1): CRI em Ullum – 15 km
4ª etapa (29/1): Jáchal-Valle Fértil
Dia de descanso (30/1)
5ª etapa (31/1): Caucete-Alto Colorado
6ª etapa (1/2): Circuito el Villicum, con passagem por La Difunta Correa
7ª etapa (2/2): Nove voltas em circuito em Circunvalación

LEIA MAIS
André Gohr no Bikemagazine
Reportagens sobre a Volta de San Juan no Bikemagazine