Mundial de Ciclocross: domínio da Holanda no primeiro dia de provas

HomeCompetiçõesCiclocross

Mundial de Ciclocross: domínio da Holanda no primeiro dia de provas

Holandeses faturam sete das nove medalhas na disputa na Suíça; na Elite das mulheres, a novata Ceylin Alvarado, de 21 anos, conquista o título

Pódio 100% holandês na Elite feminino

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação/UCI

A Holanda dominou o primeiro dia de disputas do Mundial de Ciclocross, neste sábado (1 de fevereiro), em Dübendorf, na Suíça. Na Elite das mulheres, o pódio foi 100% holandês, com Ceylin del Carmen Alvarado com a camisa arco-íris, Annemarie Worst em 2º, a 1 segundo, e Lucinda Brand em 3º, a 10 segundos.

Ceylin Alvarado, aos 21 anos, é a nova campeã mundial

A nova campeã mundial, que tem 21 anos, faturou o título no sprint depois de uma disputa acirrada no percurso plano na base aérea militar perto de Zurique. Ceylin Alvarado planejava competir na Sub 23, mas depois de conquistar o título nacional no mês passado, decidiu arriscar na Elite. Após uma temporada difícil, a tricampeã Sanne Cant (Bélgica) terminou em um distante 12º lugar, a 3min32s.

Ryan Kamp venceu na Sub 23

Shirin Van Anrooij confirmou favoritismo na estreia da Junior feminino

Na Sub 23 masculino, a Holanda também levou o título, com Ryan Kamp. O suíço Kevin Kuhn ficou em 2º, a 36 segundos, e o holandês Mees Hendrikx foi o 3º, a 52 segundos.

Na estreia da categoria Junior feminina, a favorita Shirin Van Anrooij não decepcionou. A holandesa, bronze na Junior no Campeonato Europeu de Ciclocross de 2019 e também ciclista de estrada, que foi prata no contrarrelógio no Mundial de Ciclismo 2019 em Yorkshire, venceu o título com vantagem de 53 segundos sobre a compatriota Puck Pieterse. A norte-americana Madigan Munro foi a 3ª, a 1min18s.

Neste domingo mais três camisas arco-íris serão disputadas, nas categorias Junior masculino, Sub 23 feminino e Elite masculino. A maior atração será o holandês e atual campeão Mathieu van der Poel (Corendon-Circus), de 24 anos, que já vestiu a camisa arco-íris no ciclocross quatro vezes, duas delas na Elite, em 2015 e em 2019. Seu principal adversário, o belga Wout van Aert (Jumbo-Visma), de 25 anos, que já foi campeão mundial três vezes, teve uma temporada difícil depois de uma grave queda no Tour de France que resultou em uma lesão na coxa que exigiu uma longa reabilitação. Em entrevistas recentes, Van Aert tem dito que ainda não se sente totalmente recuperado, mas está confirmado na start list.

LEIA MAIS
Ciclocross no Bikemagazine