Tour Colômbia: Higuita vence e lidera; Chaman é o mais combativo

HomeCompetiçõesCiclismo

Tour Colômbia: Higuita vence e lidera; Chaman é o mais combativo

Ciclista brasileiro faturou uma meta volante e se manteve na fuga na dura 4ª etapa, a primeira com chegada ao alto; na classificação geral, Higuita é o novo líder

Higuita vence 4ª etapa e é o novo líder geral

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação/Eder Garces

O colombiano Sergio Higuita (EF Pro Cycling) conquistou nesta sexta-feira (14 de fevereiro) a 4ª etapa do Tour Colômbia 2.1, a primeira com chegada em subida da competição de 2020, e é o novo líder da classificação geral. Para os fãs brasileiros, a etapa foi especial, com a conquista do ciclista da seleção do Brasil Lauro Chaman, que faturou a camisa de mais combativo da etapa.

O brasileiro Lauro Chaman com a camisa de mais combativo da etapa

“Não sei como explicar o dia de hoje, agradeço muito a Deus por mais esse sonho realizado em minha vida. Ganhei uma meta-volante e fiquei em 2º e 3º em outras duas metas-volantes, foram 159 km escapados até ser o último atleta a ser alcançado da fuga. Muito feliz em estar no pódio ao lado dos melhores atletas do mundo, agradeço imensamente os meus companheiros de seleção e ao nosso técnico Marcelo Donnabella”, comemorou Chaman, ciclista com muitas conquistas no ciclismo e no paraciclismo, como o título mundial de paraciclismo de estrada em 2017 e as históricas medalhas paralímpicas nos Jogos Rio-2016, uma de prata no ciclismo de estrada e uma de bronze na prova de contrarrelógio.

Chaman se manteve no grupo escapado e faturou meta volante

Mas a seleção brasileira teve mais uma baixa. Depois de Vinicius Rangel e Renan Quadri, que abandonaram na etapa anterior, desta vez foi o campeão brasileiro Vitor Zucco, que não terminou a dura etapa. Seguem na disputa Chaman, Alessandro Guimarães e Levy da Matta,

A etapa de 169 km começou mais uma vez em Paipa e seguiu nas altas altitudes até Santa Rosa de Viterbo, com a subida ao Alto de Malterias, a 2.732m de altitude. 

A etapa mostrou, pela primeira vez, um forte embate entre alguns dos nomes mais celebrados do pelotão World Tour. O campeão do Giro d’Italia 2019, o equatoriano Richard Carapaz, em seu primeiro ano na equipe Ineos, atacou forte a 3 km da chegada, na subida de categoria 3, mas foi alcançado por Julian Alaphilippe (Deceuninck-Quickstep). Quando Carapaz foi pego, Higuita ultrapassou Alaphilippe, enquanto o vencedor do Tour de France 2019, o colombiano Egan Bernal (Team Ineos), seguiu o ritmo e ficou em 2º lugar, dois segundos à frente de Alaphilippe.

A disputa na subida final

Na classificação geral, Dani Martinez (EF Pro Cycling), que tocou na roda do então líder Jonathan Caicedo, seu colega de equipe, na subida final, terminou a etapa em 4º lugar e subiu para a 2ª colocação. Caicedo, 8º na etapa, é agora o 3º colocado. Bernal está em 4º, a 50 segundos, e Carapaz em 5º, a 58 segundos. 

MELHORES MOMENTOS

TOP 10 DA ETAPA
1 Sergio Andres Higuita Garcia (Col) EF Pro Cycling 3:58:47
2 Egan Arley Bernal Gomez (Col) Team Ineos
3 Julian Alaphilippe (Fra) Deceuninck-Quickstep 0:00:01
4 Daniel Felipe Martinez Poveda (Col) EF Pro Cycling 0:00:02
5 Torstein Træen (Nor) Uno-X Norwegian Development Team m.t.
6 Richard Carapaz (Equa) Team Ineos m.t.
7 Miguel Eduardo Florez Lopez (Col) Androni Giocattoli-Sidermec m.t.
8 Jonathan Caicedo (Ecu) EF Pro Cycling 0:00:04
9 Jhoan Esteban Chaves Rubio (Col) Colombia-Andina m.t.
10 Fredy Emir Montaña Cadena (Col) EPM-Scott m.t.

TOP 10 DA CLASSIFICAÇÃO GERAL
1 Sergio Andres Higuita Garcia (Col) EF Pro Cycling 11:25:47
2 Daniel Felipe Martinez Poveda (Col) EF Pro Cycling 0:00:12
3 Jonathan Caicedo (Equa) EF Pro Cycling 0:00:14
4 Egan Arley Bernal Gomez (Col) Team Ineos 0:00:50
5 Richard Carapaz (Equa) Team Ineos 0:00:58
6 Fredy Emir Montaña Cadena (Col) EPM-Scott 0:01:14
7 Aldemar Reyes Ortega (Col) EPM-Scott 0:01:28
8 Gavin Mannion (EUA) Rally Cycling 0:01:30
9 Sergio Luis Henao Montoya (Col) UAE Team Emirates 0:01:31
10 Diego Antonio Ochoa Camargo (Col) EPM-Scott

Neste sábado, a 5ª e penúltima etapa terá muito sobe e desce nos 174,9 km entre Paipa e Zipaquirá. Veja altimetria:

AS ETAPAS
Etapa 1 – 11/2 – Tunja – Tunja – 16,7km (contrarrelógio por equipes)
Etapa 2 – 12/2 – Paipa – Duitama – 152,4km
Etapa 3 – 13/2 – Paipa – Sogamoso – 177,7km
Etapa 4 – 14/2 – Paipa – Santa Rosa de Viterbo – 168,6km
Etapa 5 – 15/2 – Paipa – Zipaquirá – 174,9km
Etapa 6 – Zipaquirá – El Once/Alto del Verjón – 182,6km

Veja mais no site oficial