Copa do Mundo: Avancini conquista sua 1ª vitória no XCO

HomeCompetiçõesMountain bike

Copa do Mundo: Avancini conquista sua 1ª vitória no XCO

Brasileiro conquista uma vitória na prova de cross country olímpico pela primeira na competição; confira como foi a disputa em Nove Mesto

Avancini comemora sua primeira vitória no XCO da Copa do Mundo Foto: UCI

Por Marcos Adami/Do Bikemagazine
Fotos de divulgação

Corrida não se vence só com força física. Inteligência, estratégia, paciência e ousadia muitas vezes são decisivos. A vitória histórica de Henrique Avancini (Cannondale Factory Racing) na prova de cross country da segunda rodada da Copa do Mundo na República Tcheca, neste domingo (4 de outubro) veio depois de um oportuno ataque pelo by pass no alto da última subida do circuito de 6,6km de Nove Mesto.

Embalado pela vitória no short track na sexta-feira (veja aqui), o brasileiro finalmente conquistou uma vitória ainda inédita na prova de cross country.

“Já ganhei short tracks, já ganhei cross country, fui campeão mundial de Marathon. Esta vitória só prova que tudo é possível e, se você realmente acreditar e trabalhar para algo, você pode conquistar”, declarou o brasileiro, bastante emocionado e com lágrimas nos olhos.

Avancini, emocionado, no pódio Foto: Michele Mondini

Avancini fez uma corrida perfeita e não se intimidou com os ataques dos adversários, em especial do suíço Nino Schurter, a quem chamou de “o mais talentoso atleta do mountain bike”.

“Estava muito motivado hoje. Vi que o Schurter estava muito bem. Não queria apenas vencer, eu queria superá-lo. Ele é o mais talentoso neste esporte. Eu queria provar a mim mesmo que eu era capaz de superá-lo. Hoje eu o venci”, completou Avancini, que completou as sete voltas em 1h25min03s e superou no sprint o holandês Milan Vader e Nino Schurter com mais de uma bicicleta de vantagem.

A prova contou ainda com os brasileiros Edson De Rezende (Cannondale Brasil), Guilherme Muller (Cannondale Brasil), e Luiz Henrique Cocuzzi (Lar), que liderou a start lap, mas teve um pneu furado e terminou em 75º. Muller terminou em 53º e Rezende em 92º.

No próximo fim de semana, Avancini disputa o Campeonato Mundial, em Leogang, na Áustria.

TOP 10
1 – Henrique Avancini (Brasil) – 1h25min03
2 – Milan Vader (Holanda) – a 1s
3 – Nino Schurter (Suíça) – mt
4 – Victor Koretzky (França) – a 2s
5 – Alan Hatherly (África do Sul) – a 3s
6 – Jordan Sarrou (França) – mt
7 – Stephane Tempier (França) – a 4s
8 – Thomas Griot (França) – a 16s
9 – Maximilian Brandl (Alemanha) – a 23s
10 – Filippo Colombo (Suíça) – a 42s

Avancini na disputa em Nove Mesto, com Schurter Foto: Michele Mondini

VOLTA A VOLTA
O circuito de 6,6km de Nove Mesto, na República Tcheca estava seco, ao contrário dos dias anteriores. O paulista Luiz Henrique Cocuzzi liderou o pelotão na start lap e completou os 2,7km em 7min07s, com Avancini em sua roda.

Nino assumiu a liderança logo na primeira volta, com o suíço Litscher em segundo e Avancini em terceiro e o dinamarquês Simon Andreassen (campeão da primeira rodada) em quarto.

O grupo fechou a primeira volta em 11min07s. Schurter mantinha a liderança na passagem pela zona de abastecimento e Avancini em sua roda, seguido de perto pelo holandês Milan Vader e Andreassen. Na metade da volta, Nino tirou o pé e o francês Stephane Tempier assumiu a ponta, mas por pouco tempo.

O grupo líder fechou a segunda volta com 11min15s e Nino voltou a puxar o pelotão, com Avancini em segundo, Andreassen em terceiro e Vauder em quarto. Mais tarde, o francês Victor Koretzky se juntou aos líderes, que completaram a terceira passagem em 11min15s. Avancini se mostrava forte e se deu ao luxo de trocar algumas palavras com um adversário e cruzar a arena com um sorriso no rosto.

Na primeira metade da quarta volta, Koretzky assumiu a corrida com Schuter em segundo e Avancini no encalço, sempre sem perder contato com o front da corrida.

O suíço Filippo Colombo, que fez a volta mais rápida da corrida (10min56s, na terceira volta), se juntou ao grupo dos líderes, que tinha também Vauder (em terceiro) e Andreassen (em quarto).

O sexteto fechou a quarta volta em 11min03s, com Schurter em primeiro, Koretsky, Vader e Andreassen. Avancini, perdeu um pouco de terreno e passou pela quinta volta sete segundos atrás de Schurter. Koretzky atacou Schurter e assumiu a ponta, com Vader em terceiro. O francês Sarrou e Colombo perderam contato com o primeiro grupo.

Vader por sua vez ultrapassou Koretzky na metade da quinta volta, com Schurter em terceiro e Avancini em quarto. A quinta volta foi concluída em 11min33s e um grupo de oito ciclistas se formou na ponta da corrida.

Na passagem pela zona de abastecimento, Avancini ultrapassou Schurter, mas sem ganhar muito terreno. Na longa subida, o suíço atacou e tentou sem sucesso se desvencilhar do brasileiro, que seguiu consistente na roda de Schurter, com Koretzky e Vader ficando dois segundos atrás.

O grupo fechou a sexta volta em 11min15s e abriu a penúltima das sete voltas com a liderança de Schurter, Avancini, Vader, e os franceses Koretzky, Tempier e Sarrou.

Na metade da volta, mais uma vez Schurter tentou um ataque, mas o brasileiro se manteve firme na roda, com Vader em terceiro e Koretsky oito segundos mais atrás. Foi então a vez de Vader atacar o suíço no alto da última subida. Com a aceleração dos líderes, Avancini perdeu dois segundos.

Foi neste momento que a inteligência e estratégia falaram mais que a força e a habilidade de Schurter e a garra de Vader. Em vez da linha mais batida, Avancini optou pelo by pass e atacou forte para voltar à trilha na frente da dupla que escapava. Depois de liderar na descida, Avancini chegou ao pump track em primeiro e arrancou para um longo e vitorioso sprint.

Pauline Ferrand Prevot na vitória em Nove Mesto Foto: UCI

FEMININO
Na prova feminina, disputada na manhã deste domingo, a vitória foi da francesa Pauline Prevot, que completou as cinco voltas em 1h14min07s, seguida pela holandesa Anne Terpstra, a 21s. A francesa Loana Lecomte completou o pódio, a 1min10s. A brasileira Raiza Goulão terminou em 44º e Letícia Cândido em 61º.

SUB 23
Na disputa da Sub-23, o campeão foi o britânico Thomas Pidcock, com o norte-americano Christopher Blevins em segundo e o suíço Vital Albin em terceiro. A holandesa Cecylin del Carmen Alvarado venceu na feminina, com a italiana Marika Tova na segunda colocação e a francesa Helene Clauzel em terceiro.

Resultados completos no site www.uci.org

Site oficial do evento