Giro 2020: Gaviria testa positivo para Covid-19 pela 2ª vez

HomeCompetiçõesCiclismo

Giro 2020: Gaviria testa positivo para Covid-19 pela 2ª vez

Ciclista colombiano, depois de ser infectado no UAE Tour, em março, volta a testar positivo e abandona a corrida, que entra na terceira e última semana

O colombiano Gaviria deixa o Giro 2020 após testar positivo para Covid-19

Do Bikemagazine
Foto de divulgação

O colombiano Fernando Gaviria (UAE Emirates) não largou nesta terça-feira (20 de outubro) no Giro d’Italia. Segundo comunicado da equipe, Gaviria testou positivo para Covid-19. Esta é a segunda vez que o velocista é contagiado pelo novo coronavírus depois de, em março, passar quase um mês no hospital depois de testar positivo durante o UAE Tour. “Gaviria está se sentindo bem e completamente assintomático”, informa o comunicado.

“Todos os outros ciclistas da equipe retornaram com teste negativo e serão submetidos a mais testes. A equipe médica da equipe está monitorando a situação de perto e fazendo tudo o que pode para garantir que possamos prosseguir com segurança”, completa o comunicado da UAE Emirates.

Gaviria foi um dos dois casos positivos após a segunda rodada de testes do dia de descanso no Giro d’Italia, junto com um membro do staff da equipe AG2R La Mondiale. Ambos deixaram a prova e vão ficar em quarentena.

Um total de 492 pessoas foram testadas no dia de descanso, nesta segunda-feira, e os resultados aliviaram a pressão sobre a semana final do Giro, que por enquanto parece destinada a encerrar em Milão, no próximo domingo.

Após o primeiro dia de descanso do Giro d’Italia, dia 12 de outubro, ciclistas e staff de equipes testaram positivo para Covid 19 e tiveram que abandonar a competição. Depois do positivo de Simon Yates (leia aqui), toda a equipe Mitchelton-Scott saiu do Giro 2020 depois que mais quatro membros do time foram contagiados. Steven Kruijswijk (Jumbo Visma) e Michael Matthews (Sunweb) também testaram positivo e entraram em quarentena. Um integrante da AG2R La Mondiale e um integrante da Ineos Grenadiers também testaram positivo. Leia mais aqui