Giro 2020: novos casos de coronavírus eliminam equipes

HomeCompetiçõesGiro D'Itália

Giro 2020: novos casos de coronavírus eliminam equipes

Steven Kruijswijk e Michael Matthews testaram positivo; Jumbo-Visma e Mitchelton-Scott se retiram da competição. Novos testes serão feitos na quarta-feira

Steven Kruijswijk, um dos favoritos, testou positivo para Covid-19

Do Bikemagazine
Foto de divulgação

O primeiro dia de descanso do Giro d’Italia, nesta segunda-feira (12 de outubro), não foi dos melhores. Diversos ciclistas e staff de equipes testaram positivo para Covid 19 e tiveram que abandonar a competição. Depois do positivo de Simon Yates (leia aqui), toda a equipe Mitchelton-Scott saiu do Giro 2020 depois que mais quatro membros do time foram contagiados. Steven Kruijswijk (Jumbo Visma) e Michael Matthews (Sunweb) também testaram positivo e entraram em quarentena. Um integrante da AG2R La Mondiale e um integrante da Ineos Grenadiers também testaram positivo.

A RCS Sport, organizadora da corrida, informou que foram feitos 571 testes, entre a noite de domingo e a manhã de segunda-feira. Todos os testes de PCR foram enviados a Milão para serem testados em um laboratório privado. Mais testes estão agendados na quarta-feira.

“Infelizmente, recebemos a notícia na noite de segunda-feira de que retornamos uma série de resultados positivos para membros de nossa equipe após nossa terceira rodada de testes em três dias”, disse o gerente geral da Mitchelton-Scott, Brent Copeland. “Como uma responsabilidade social para com nossos ciclistas e equipe, o pelotão e a organização da corrida, tomamos a decisão clara de nos retirar do Giro d’Italia. Felizmente, os afetados permanecem assintomáticos ou com sintomas leves, mas como uma organização, a saúde de todos os nossos é prioridade e agora estamos focados em transportá-los com segurança para áreas onde sejam mais confortáveis ​​para conduzir um período de quarentena.”

Michael Matthews testou positvo para Covid-19, informou a equipe Sunweb

A Sunweb também confirmou o positivo de Matthews em um comunicado. “Depois de passar por um teste de PCR no dia de descanso de Giro d’Italia, Michael Matthews testou positivo para Covid-19. Ele está assintomático, se sente saudável e depois de receber os resultados esta manhã, ele está agora em quarentena. Todos os outros ciclistas e equipe testaram negativo e, nesta fase, nenhum outro membro da equipe apresenta sintomas. A equipe continuará monitorando de perto todos dentro de sua bolha, operando com o máximo de disciplina possível, fazendo o máximo pode.”

Já a Jumbo-Visma divulgou um breve comunicado, que informava que Kruijswijk não iria largar na 10ª etapa, menos de 30 minutos antes do início da largada.

LEIA MAIS
Giro d’Itália no Bikemagazine