Mundial de MTB Eliminator: França fatura duas camisas arco-íris

HomeCompetiçõesMountain bike

Mundial de MTB Eliminator: França fatura duas camisas arco-íris

Titouan Perrin-Ganier, que venceu pelo quarto ano seguido, e Isaure Medde, de 20 anos, são os novos campeões mundiais do MTB XCE

Titouan Perrin-Ganier e Isaure Medde são os campeões mundiais de MTB XCE de 2020

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação/UCI

O Campeonato Mundial de MTB Eliminator (XCE) foi disputado neste domingo (25 de outubro) em Leuven, na Bélgica, e a França faturou duas camisas arco-íris, com Titouan Perrin-Ganier, pelo quarto ano seguido, e Isaure Medde.

 

A prova do masculino foi marcada pela eliminação precoce de um dos favoritos, o holandês Jeroen van Eck, segundo colocado no recente Campeonato Europeu. Depois das quartas de final e semifinais, a final de quatro pilotos foi disputada pelo campeão mundial Perrin-Ganier (também campeão mundial UCI em 2017 e 2018), seu compatriota francês e o finalista mais rápido Lorenzo Serres, o alemão Simon Gegenheimer, três vezes medalhista (bronze em 2015 e prata em 2016 e 2017), e o sueco Anton Olstam.

Titouan Perrin-Ganier vence pelo quarto ano seguido

Gegenheimer largou na liderança depois que Perrin-Ganier se atrapalhou na largada e ficou na ponta metade da disputa. Mas o francês o ultrapassou. “Eu atrapalhei minha partida porque minha roda traseira escorregou. Eu não queria ultrapassar muito cedo, mas quando vi Simon checando para a esquerda, eu resolvi ir pela direita”, contou o campeão.

“Nunca estive tão perto do título mundial”, disse o desapontado medalhista de prata. “Estou feliz com a medalha, mas quando você está na final e lidera, você quer ganhar”, comentou Gegenheimer. Olstam ficou com o 3º lugar.

Decisão do feminino foi pelo Photo Finish

No feminino, Medde, de 20 anos, que foi vice-campeã em 2019, derrotou a favorita, a italiana Gaia Tormena, que tem dominado o XCE e que, há uma semana, conquistou o título europeu. Depois de se classificarem para as quartas e semifinais, Medde e Tormena alinharam na final com as holandeses Didi de Vries e Fem van Empel.

Medde teve uma boa largada e imediatamente assumiu a liderança com Tormena logo atrás. A italiana ultrapassou por dentro durante uma curva e liderou o resto da corrida de duas voltas. Mas, na reta para o final, Medde lançou um ataque e elas sprintaram. As duas esperaram abraçadas por alguns longos minutos enquanto os oficiais analisavam o Photo Finish. Van Empel e De Vries terminaram respectivamente em terceiro e quarto lugar.

Resultados completos aqui