Vuelta 2020: Bennett fatura 9ª etapa, mas perde vitória por sprint irregular

HomeCompetiçõesCiclismo

Vuelta 2020: Bennett fatura 9ª etapa, mas perde vitória por sprint irregular

Pascal Ackermann, que havia ficado em 2º lugar na 9ª etapa, assume o lugar de Bennett no pódio depois de juízes avaliarem sprint irregular

Chegada da 9ª etapa da Vuelta

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação/Unipublic

Sam Bennett cruzou a linha de chegada da 9ª etapa da Volta a Espanha, nesta quinta-feira (29 de outubro), comemorando sua 50ª vitória na carreira e a 100ª vitória da equipe Deceuninck-QuickStep em Grand Tours, mas seu sprint foi considerado irregular e a vitória ficou com Pascal Ackermann (Bora -Hansgrohe).

Bennett foi rebaixado porque forçou a passagem sobre Emils Liepins (Trek-Segafredo) no último quilômetro, depois voltou a investir contra o ciclista a cerca de 500 m e, mais uma vez, alguns metros adiante, na etapa de 157,7 km, de Castrillo del Val a Aguilar de Campoo, na região de Burgos, dedicada aos velocistas.

Bennett e Ackermann começaram seus sprints ao mesmo momento, com Jasper Philippsen (UE Emirates) tentando encontrar caminho. Bennett foi o primeiro a passar a meta, com Ackermann atrás. Gerben Thijssen (Lotto Soudal) cruzou em 3º. Mas, depois de estudar as imagens da chegada, os juízes da etapa resolveram punir o irlandês por sprint irregular.

“Foi uma chegada longa, um pouco difícil e com vento contrário. Tivemos que vir por trás com velocidade e houve uma grande briga. Alguns ciclistas quase nos empurraram para as barreiras”, disse Bennett antes de ser rebaixado.

Ackermann também comentou a chegada: “Não esperava isso porque Sam estava apenas na frente. Mas quando vi o vídeo do que aconteceu atrás, acho que foi justo.”

Roglic, líder da classificação por pontos, na 9ª etapa da Vuelta

Na classificação geral, Richard Carapaz (Ineos Grenadiers) terminou em segurança no pelotão e manteve a vantagem de 13 segundos sobre Primoz Roglic (Jumbo-Visma), que completou hoje 31 anos. Dan Martin (Israel Start-Up Nation) permanece em 3º, a 28 segundos.

Não houve mudança nas classificações das camisas, com Roglic na liderança da classificação por pontos, Guillaume Martin (Cofidis) na liderança da classificação de montanha e Enric Mas (Movistar) na liderança da classificação de melhor jovem.

TOP 10 DA ETAPA
1 Pascal Ackermann (Ale) Bora-Hansgrohe 3:39:55
2 Gerben Thijssen (Bel) Lotto Soudal m.t.
3 Max Kanter (Ale) Team Sunweb m.t.
4 Jasper Philipsen (Bel) UAE Team Emirates m.t.
5 Jakub Mareczko (Ita) CCC Team m.t.
6 Alexis Renard (Fra) Israel Start-Up Nation m.t.
7 Jon Aberasturi Izaga (Esp) Caja Rural-Seguros RGA m.t.
8 Lorrenzo Manzin (Fra) Total Direct Energie m.t.
9 Robert Stannard (Aus) Mitchelton-Scott m.t.
10 Reinardt Janse van Rensburg (RSA) NTT Pro Cycling m.t.

TOP 10 DA CLASSIFICAÇÃO GERAL
1 Richard Carapaz (Equa) Ineos Grenadiers 36:11:01
2 Primoz Roglic (Slo) Team Jumbo-Visma 0:00:13
3 Daniel Martin (Irl) Israel Start-Up Nation 0:00:28
4 Hugh Carthy (GBr) EF Pro Cycling 0:00:44
5 Enric Mas Nicolau (Esp) Movistar Team 0:01:54
6 Felix Grossschartner (Aut) Bora-Hansgrohe 0:03:28
7 Esteban Chaves (Col) Mitchelton-Scott
8 Alejandro Valverde (Esp) Movistar Team 0:03:35
9 Marc Soler (Esp) Movistar Team 0:03:40
10 Wout Poels (Hol) Bahrain McLaren 0:03:47

Próxima etapa
Nesta sexta-feira, a 10ª etapa, com 185 km, de Castro Urdiales a Suances, será uma etapa ao estilo de uma clássica, com uma série de subidas não categorizadas. A batalha pela camisa vermelha será retomada no final de semana, com a 11ª etapa no Alto de la Farrapona e a 12ª etapa até o topo do duríssimo Alto de l’Angliru.

Série de subidas na 10ª etapa

AS ETAPAS
Etapa 1 – 20 de outubro – Irun Arrate – Eibar – 173 km
Etapa 2 – 21 de outubro – Pamplona – Lekunberri – 151,6 km
Etapa 3 – 22 de outubro – Lodosa – Laguna Negra – 166,1 km
Etapa 4 – 23 de outubro – MGarray. Numancia – Ejea de los Caballeros – 191,7 km
Etapa 5 – 24 de outubro – Huesca – Sabiñánigo 184,4 km
Etapa 6 – 25 de outubro – Biescas – Aramon Formigal 146,4 km
26 de outubro – Dia de descanso
Etapa 7 – 27 de outubro – Vitoria-Gasteiz – Villanueva de Valdegovia 159,7 km
Etapa 8 – 28 de outubro – Logroño – Alto de Moncalvillo 164 km
Etapa 9 – 29 de outubro – B.M. Cid Campeador. Castrillo del Val – Aguilar de Campoo 157,7 km
Etapa 10 – 30 de outubro – Castro Urdiales – Suances 185 km
Etapa 11 – 31 de outubro – Villaviciosa. Alto de La Farrapona – Lagos de Somiedo 170 km
Etapa 12 – 1 de novembro – La Pola Llaviana – Alto de L’Angliru 109,4 km
2 de novembro – Dia de descanso
Etapa 13 – 3 de novembro – Muros. Mirador de Ézaro – Dumbría 33,7 (contrarrelógio)
Etapa 14 – 4 de novembro – Lugo – Ourense 204,7 km
Etapa 15 – 5 de novembro – Mos – Puebla de Sanbria 230,8 km
Etapa 16 – 6 de novembro – Salamanca – Ciudad Rodrigo – 162 km
Etapa 17 – 7 de novembro – Sequeros – Alto de La Covatilla – 178,2 km
Etapa 18 – 8 de novembro – Hipódromo de la Zarzuela – Madrid 124,2 km

LEIA MAIS
Volta a Espanha no Bikemagazine

ÚLTIMO KM