Vuelta 2020: Ackermann vence etapa final; Roglic é o campeão

HomeCompetiçõesCiclismo

Vuelta 2020: Ackermann vence etapa final; Roglic é o campeão

Ackermann e Sam Bennett tiveram que esperar a decisão por Photo Finish; Roglic vence a Volta a Espanha pelo segundo ano seguido, com Carapaz e Hugh Carthy em 2º e 3º

Sprint na etapa final da Vuelta 2020

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação/Unipublic

Pascal Ackermann (Bora Hansgrohe) venceu a etapa final da Volta a Espanha 2020 neste domingo (8 de novembro) em Madrid. O resultado só saiu após análise do Photo Finish. O alemão bateu Sam Bennett (Deceuninck-QuickStep) no sprint. “Eu não tinha certeza de quem ganhou no final e perguntei ao Sam Bennett. Estávamos ambos muito inseguros e tivemos que esperar alguns minutos até recebermos a confirmação”, disse o alemão. Max Kanter (Team Sunweb) foi o 3º colocado da etapa, com 139,6 km do Hipódromo de la Zarzuela a Madrid.

Ackermann já tinha vencido a 9ª etapa da Vuelta, depois que Sam Bennett foi desclassificado por sprint irregular (relembre aqui).

Decisão saiu após análise do Photo Finish

O esloveno Primoz Roglic (Jumbo-Visma) defendeu o título conquistado em 2019 e encerrou com a camisa vermelha de líder da classificação geral. Roglic começou a Vuelta vencendo a primeira etapa e depois conquistou mais três etapas ao longo da competição que, nesta edição, foi reduzida para 18 etapas. Mas o bicampeonato não foi fácil.

Roglic, bicampeão da Vuelta

Roglic com Carapaz e Carthy

O esloveno perdeu a liderança da corrida duas vezes para o equatoriano Richard Carapaz (Ineos Grenadiers), que acabou em segundo lugar, a 24 segundos. O britânico Hugh Carthy (EF Pro Cycling) fechou o pódio com o melhor resultado de corridas por etapas da sua carreira, 47 segundos atrás de Roglic.

Roglic, que perdeu o Tour de France 2020 na penúltima etapa, veio forte para a Vuelta. “Toda a minha equipe é especial e temos feito coisas especiais o ano todo. Fizemos o nosso melhor e foi incrível, mesmo quando não estávamos no nossos melhores momentos. Estou muito feliz de fazer parte desta equipe”, disse.

“É sempre uma história diferente e uma corrida diferente, então você nem sempre pode compará-la ao passado. É definitivamente incrível estar no lugar em que estamos”, completou Roglic, que também venceu a classificação por pontos.

O francês Guillaume Martin (Groupama-FDJ) foi o campeão da classificação de montanha e o espanhol Enric Mas (Movistar) encerrou como o vencedor da classificação de melhor jovem. A Movistar venceu a classificação por equipes.

ÚLTIMO KM


TRÊS DESTAQUES DA VUELTA

TOP 10 DA ETAPA
1 Pascal Ackermann (Ale) Bora-Hansgrohe 3:28:13
2 Sam Bennett (Irl) Deceuninck-Quickstep m.t.
3 Max Kanter (Ale) Team Sunweb m.t.
4 Jasper Philipsen (Bel) UAE Team Emirates m.t.
5 Jasha Sütterlin (Ale) Team Sunweb m.t.
6 Emmanuel Morin (Fra) Cofidis m.t.
7 Reinardt Janse van Rensburg (RSA) NTT Pro Cycling m.t.
8 Lorrenzo Manzin (Fra) Total Direct Energie m.t.
9 Robert Stannard (Aus) Mitchelton-Scott m.t.
10 Jon Aberasturi Izaga (Esp) Caja Rural-Seguros RGA m.t.

TOP 10 DA CLASSIFICAÇÃO GERAL FINAL
1 Primoz Roglic (Slo) Team Jumbo-Visma 72:46:12
2 Richard Carapaz (Equa) Ineos Grenadiers 0:00:24
3 Hugh Carthy (GBr) EF Pro Cycling 0:01:15
4 Daniel Martin (Irl) Israel Start-Up Nation 0:02:43
5 Enric Mas Nicolau (Esp) Movistar Team 0:03:36
6 Wout Poels (Hol) Bahrain McLaren 0:07:16
7 David De la Cruz Melgarejo (Esp) UAE Team Emirates 0:07:35
8 David Gaudu (Fra) Groupama-FDJ 0:07:45
9 Felix Grossschartner (Aut) Bora-Hansgrohe 0:08:15
10 Alejandro Valverde (Spa) Movistar Team 0:09:34

AS ETAPAS
Etapa 1 – 20 de outubro – Irun Arrate – Eibar – 173 km
Etapa 2 – 21 de outubro – Pamplona – Lekunberri – 151,6 km
Etapa 3 – 22 de outubro – Lodosa – Laguna Negra – 166,1 km
Etapa 4 – 23 de outubro – MGarray. Numancia – Ejea de los Caballeros – 191,7 km
Etapa 5 – 24 de outubro – Huesca – Sabiñánigo 184,4 km
Etapa 6 – 25 de outubro – Biescas – Aramon Formigal 146,4 km
26 de outubro – Dia de descanso
Etapa 7 – 27 de outubro – Vitoria-Gasteiz – Villanueva de Valdegovia 159,7 km
Etapa 8 – 28 de outubro – Logroño – Alto de Moncalvillo 164 km
Etapa 9 – 29 de outubro – B.M. Cid Campeador. Castrillo del Val – Aguilar de Campoo 157,7 km
Etapa 10 – 30 de outubro – Castro Urdiales – Suances 185 km
Etapa 11 – 31 de outubro – Villaviciosa. Alto de La Farrapona – Lagos de Somiedo 170 km
Etapa 12 – 1 de novembro – La Pola Llaviana – Alto de L’Angliru 109,4 km
2 de novembro – Dia de descanso
Etapa 13 – 3 de novembro – Muros. Mirador de Ézaro – Dumbría 33,7 (contrarrelógio)
Etapa 14 – 4 de novembro – Lugo – Ourense 204,7 km
Etapa 15 – 5 de novembro – Mos – Puebla de Sanbria 230,8 km
Etapa 16 – 6 de novembro – Salamanca – Ciudad Rodrigo – 162 km
Etapa 17 – 7 de novembro – Sequeros – Alto de La Covatilla – 178,2 km
Etapa 18 – 8 de novembro – Hipódromo de la Zarzuela – Madrid 139,6 km