Vélo d’Or: Primoz Roglic é escolhido o ciclista do ano

HomeCompetiçõesCiclismo

Vélo d’Or: Primoz Roglic é escolhido o ciclista do ano

Esloveno é premiado com o Vélo d'Or de 2020, depois de perder o Tour de France no último dia e se recuperar com a vitória na Volta a Espanha

Roglic foi escolhido o ciclista do ano e leva o prêmio Vélo d’Or

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação

O esloveno Primoz Roglic (Jumbo-Visma) venceu o prêmio Vélo d’Or de 2020. O prêmio, promovido pela revista francesa Vélo Magazine desde 1992, conta com a participação de jornalistas especializados de todo o mundo. O ciclista, que perdeu o Tour de France na penúltima etapa para o colega esloveno Tadej Pogacar, encerrou a temporada como campeão da Volta a Espanha e em primeiro lugar no ranking UCI (veja aqui).

“Quero aproveitar a oportunidade para dizer um grande obrigado às pessoas que votaram em mim”, comentou Roglic.

 

Julian Alaphilippe, vencedor do ano passado e que nesta temporada conquistou o título mundial, recebeu o prêmio Vélo d’Or de melhor francês pelo segundo ano seguido.

Roglic se recuperou de sua derrota no Tour de France e venceu a Vuelta e a Liège-Bastogne-Liège, depois que Alaphilippe foi rebaixado por se desviar de sua linha no início do sprint. Alaphilippe aceitou a punição ao ser rebaixado para Liège, apesar de pensar que havia vencido com a camisa do arco-íris, e elogiou Roglic por vencer o Vélo d’Or. “Primoz Roglic merece amplamente este troféu. No ano passado, tive uma grande, grande temporada para ganhá-lo. É na lógica das coisas que ele ganhou este ano”, disse.

Chegada da Liege-Bastogne-Liege

“Ganhar o Vélo d’Or Français me faz muito feliz, é bom ver que os meus resultados não passaram despercebidos e fui novamente eleito o melhor francês do ano, obtendo assim mais um troféu. Esta temporada tem sido especial e diferente, com muitos desafios, mas consegui cumprir muitos dos meus objetivos e posso estar satisfeito com o que fiz, o título mundial que ganhei na Itália sendo, claro, a cereja no topo”, completou o francês.

“A camisa arco-íris é a mais bonita do mundo e usá-la em algumas corridas antes do final da temporada me fez perceber que é uma grande honra tê-la. Isso me dá muita motivação para o próximo ano”, concluiu Alaphilippe.

Vencedores do Vélo d’Or
1992 – Miguel Indurain (Espanha)
1993 – Miguel Indurain (Espanha)
1994 – Tony Rominger (Suíça)
1995 – Laurent Jalabert (França)
1996 – Johan Museeuw (Bélgica)
1997 – Jan Ullrich (Alemanha)
1998 – Marco Pantani (Itália)
2002 – Mario Cipollini (Itália)
2005 – Tom Boonen (Bélgica)
2006 – Paolo Bettini (Itália)
2007 – Alberto Contador (Espanha)
2008 – Alberto Contador (Espanha)
2009 – Alberto Contador (Espanha)
2010 – Fabian Cancellara (Suíça)
2011 – Philippe Gilbert (Bélgica)
2012 – Bradley Wiggins (Grã-Bretanha)
2013 – Chris Froome (Grã-Bretanha)
2014 – Alberto Contador (Espanha)
2015 – Chris Froome (Grã-Bretanha)
2016 – Peter Sagan (Eslováquia)
2017 – Chris Froome (Grã-Bretanha)
2018 – Alejandro Valverde (Espanha)
2019- Julian Alaphilippe (França)
2020 – Primoz Roglic (Eslovênia)