Amstel Gold Race terá Alaphilippe, Van Aert e Roglic neste domingo

HomeCompetições

Amstel Gold Race terá Alaphilippe, Van Aert e Roglic neste domingo

Única prova World Tour da Holanda terá 219 km de percurso, mas mudou o trajeto, que será disputado em um circuito de 16,9 km

Pelotão na Amstel Gold Race

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação

A Amstel Gold Race, na Holanda, retorna ao calendário de clássicas neste domingo (18 de abril). O percurso tradicional na região montanhosa de Limburg foi alterado para um circuito no interior de Valkenburg, mas a corrida permanece um grande desafio, com 219 km, 38 colinas e mais de 3.000 metros de escalada acumulada.

Nesta edição o público não poderá ficar no Cauberg para conferir a passagem do pelotão.

O circuito da única prova World Tour na Holanda terá 16,9 km e será percorrido 12 vezes. O trajeto conta com o Geulhemmerberg (1 km a 5%), o Bemelerberg (900 m a 4,5%) e o Cauberg (800 metros a 6,5 %, com máxima de 12%) no percurso e tem semelhanças com os trajetos usados nos Mundiais de Ciclismo de Estrada de 1998 e 2012, embora os organizadores tenham mudado a volta final, sem o Cauberg à frente da chegada em Berg en Terblijt.

Vale lembrar que as restrições em tempos de pandemia vão impedir os fãs de lotarem a subida do Cauberg. Os organizadores informaram que não será permitida a presença do público no percurso.

A prova foi cancelada em 2020 e, na edição de 2019, o vencedor foi Mathieu Van der Poel (Alpecin-Fenix) (relembre aqui), que não disputará a prova deste domingo. Segundo comunicado à imprensa, o holandês afirmou que vai se dedicar na sua preparação para a disputa do MTB nas Olimpíadas de Tóquio nas próximas semanas.

Wout van Aert (Jumbo-Visma), que deveria completar sua programação de Clássicas na Paris-Roubaix, que foi adiada, confirmou presença, assim como seu colega de equipe Primoz Roglic.

O campeão mundial Julian Alaphilippe (Deceuninck-QuickStep) também estará na disputa e já confirmou que estará nas duas próximas Clássicas nas Ardennes: a Flèche Wallonne, no dia 21 de abril, e a Liège-Bastogne-Liège, a terceira Monumento do calendário, no dia 25, ambas na Bélgica.

Também estarão no pelotão Max Schachmann (Bora-Hansgrohe), Jakob Fuglsang (Astana Premier Tech), Marc Hirschi (UAE Emirates) e Michael Matthews (BikeExchange).

A Ineos Grenadiers vai contar com o vencedor de 2015 Michal Kwiatkowski, além da jovem sensação Tom Pidcock, além de Richard Carapaz, que está cumprindo sua primeira temporada de clássicas.

Outros vencedores anteriores da prova incluem Roman Kreuziger (Gazprom-RusVelo) e Michael Valgren (EF Education-Nippo), embora alguns dos companheiros de equipe do dinamarquês – como Magnus Cort e Sergio Higuita – tenham se destacado mais nas últimas semanas.

Tim Wellens (Lotto Soudal), Warren Barguil (Arkéa-Samsic), Dylan Teuns (Bahrain Victorious) e Matej Mohoric (Bahrain Victorious) também estão na start list, além de Simon Clarke (Dimension Data), Greg Van Avermaet (AG2R-Citroën) e Jasper Stuyven (Trek-Segafredo).

Na prova da Elite das mulheres, a vencedora de 2019, Kasia Niewiadoma (Canyon-SRAM), estará de volta, assim como as campeãs anteriores Chantal van den Broek-Blaak e Anna van der Breggen (ambas SD Worx).

LEIA MAIS
Amstel Gold Race no Bikemagazine

Site oficial do evento