Clássica Liège-Bastogne-Liège será disputada neste domingo

HomeCompetições

Clássica Liège-Bastogne-Liège será disputada neste domingo

A Monumento mais antiga do ciclismo terá 259,1 km de percurso e promete fechar o calendário de clássicas nas Ardennes em grande estilo

No percurso da clássica Monumento Liége-Bastogne-Liège

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação

Neste domingo (25 de abril) será disputada a clássica Monumento Liège-Bastogne-Liège, também conhecida como La Doyenne. A prova é a clássica mais antiga da história e começou a ser disputada em 1892. Na versão atual, com 259,1 km de percurso, a corrida fecha o calendário de clássicas nas Ardennes, na Bélgica, em grande estilo. Há também a versão da prova para as mulheres, com 141 km de percurso.

 

A Liège-Bastogne-Liège conta com 11 escaladas categorizadas. Os primeiros 100 quilômetros são relativamente tranquilos, mas, quando o pelotão segue na direção sul, para Bastogne, a corrida realmente começa a ficar mais difícil, com a subida ao Côte de Mont-le-Soie, que é a primeira das nove escaladas concentradas nos últimos 100 quilômetros do trajeto, constantemente ondulado. Mais quatro subidas e o pelotão chegará ao Côte de Desnié, novidade de 2021, com 1.600 metros de comprimento e uma média de 8,1% de inclinação.

De 1992 até 2019, a prova terminou no subúrbio industrial de Ans, em vez de Liège, com a última subida da Côte de Saint-Nicolas a apenas 5,5 km de uma subida até a linha de chegada. Mas, em 2019, a chegada voltou ao centro de Liège, agora com o Côte de la Roche-Aux-Faucons como a subida final, a 13,4 km da meta.

Chegada da Liège-Bastogne-Liège de 2020

Em 2020, a corrida foi realizada no final de outubro após ter sido adiada devido à pandemia coronavírus. Depois de sua terceira vitória consecutiva na Fleche Wallonne (2018, 2019 e 2021), o campeão mundial Julian Alaphilippe (Deceuninck-QuickStep) segue para a Liège-Bastogne-Liège desta temporada querendo apagar uma memória dolorosa da edição anterior. Alaphilippe comemorou antes do tempo e o vencedor foi Primoz Roglic (Jumbo-Visma). O júri mais tarde rebaixou o francês por sprint irregular para o 5º lugar. Relembre aqui

O maior campeão da Liège-Bastogne-Liège é Eddy Merckx, que acumulou cinco títulos na corrida entre 1969 e 1975. Alejandro Valverde (Movistar), tem quatro vitórias (2006, 2008, 2015, 2017). Com a conquista em 2017, Valverde se tornou o vencedor mais velho da prova, aos 36 anos. Neste domingo, o espanhol completa 41 anos e está confirmado na disputa.

 

AS SUBIDAS
Côte de La Roche-en-Ardenne, a 183,2 km
Côte de Saint-Roch, a 135,9 km
Côte de Mont-le-Soie, a 95,1 km
Côte de Wanne, a 86,8 km
Côte de Stockeu (stèle Eddy Merckx), a 80,2 km
Côte de la Haute-Levée, a 76 km
Col du Rosier, a 61,8 km
Côte de Desnié, a 48,4 km
Côte de La Redoute, a 35,3 km
Côte des Forges, a 23,4 km
Côte de la Roche-aux-Faucons, a 13,4 km

O PERCURSO EM VÍDEO

VENCEDORES RECENTES
2020 Primoz Roglic (Slo) Jumbo-Visma
2019 Jakob Fuglsang (Din) Astana Pro Team
2018 Bob Jungels (Lux) Quick-Step Floors
2017 Alejandro Valverde (Esp) Movistar
2016 Wout Poels (Hol) Team Sky
2015 Alejandro Valverde (Esp) Movistar Team
2014 Simon Gerrans (Aus) Orica–GreenEdge
2013 Dan Martin (Irl) Garmin–Sharp
2012 Maxim Iglinsky (Caz) Astana
2011 Philippe Gilbert (Bel) Omega Pharma–Lotto
2010 Alexandre Vinokourov (Caz) Astana

LEIA MAIS
Liege-Bastogne-Liege no Bikemagazine

Site oficial do evento