Mark Cavendish volta a vencer após mais de três anos

HomeCompetições

Mark Cavendish volta a vencer após mais de três anos

Última vitória do sprintista britânico foi no Dubai Tour de 2018; nesta segunda-feira, Cavendish faturou a 2ª etapa da Volta da Turquia

Cavendish conquista a 2ª etapa do Tour da Turquia

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação

Desde fevereiro de 2018 Mark Cavendish não vencia um sprint. O jejum terminou nesta segunda-feira (12 de abril), na 2ª etapa da Volta da Turquia. O ciclista, que voltou para a equipe belga Deceuninck-QuickStep nesta temporada, foi o mais rápido na chegada em Konya, derrotando Jasper Philipsen (Alpecin-Fenix) e André Greipel (Israel Start-Up Nation), que ficaram em 2º e 3º.

Philipsen estava na frente após o bom trabalho de seu time Alpecin-Fenix, mas Cavendish acelerou e o ultrapassou nos últimos 100 metros. “É incrível, é muito, muito bom. Nunca me canso dessa sensação. A Turquia não é o Tour de France, mas vencer Jasper e André não foi fácil”, afirmou o britânico.

O sprintista de 35 anos passou por momentos difíceis desde que foi diagnosticado com o vírus Epstein Barr. Recuperado, lutou para voltar à boa forma e, após um difícil 2020 na equipe Bahrain-McLaren, parecia que não teria mais lugar no pelotão. Mas a Deceuninck-QuickStep o salvou da aposentadoria. Cavendish, que já fez parte da equipe entre 2013 e 2015, comemorou o novo contrato e a nova chance.

“Não consigo explicar como estou feliz por voltar para a Deceuninck-QuickStep. Nunca escondi minha afeição pelo tempo que passei com a equipe e, para mim, é realmente uma sensação de estar voltando para casa ”, disse no comunicado divulgado pela Deceuninck-QuickStep em dezembro passado.

Cavendish comemora em Konya

Cavendish integrou a QuickStep imediatamente após sua curta passagem pela equipe Sky. O sprintista venceu 44 vezes durante seu tempo na equipe, incluindo três etapas do Tour de France e cinco no Giro d’Italia 2013. Ele também venceu o título nacional britânico em 2013 e a corrida belga de um dia Kuurne-Brussel-Kuurne em 2015.

Depois da QuickStep, Cavendish passou a integrar a Dimension Data em 2016, ano em que venceu quatro etapas do Tour e levou a prata na prova de Omnium nas Olimpíadas do Rio de Janeiro. Mas o ciclista ficou doente logo depois e amargou um longo período de recuperação para se livrar da virose.

Em 2021, o britânico começou a temporada com o 2º lugar no GP de Monseré e o 3º lugar na Scheldeprijs na semana passada. Depois de terminar em 4º a etapa de abertura na Turquia, Cavendish finalmente voltou a sorrir.

O vencedor da 1ª etapa, Arvid de Kleijn (Rally Cycling), estava um pouco atrasado quando o sprint começou e ele teve que se contentar com o 4º lugar em Konya, cedendo sua liderança geral a Cavendish, mas ambos com o mesmo tempo.

TOP 5 DA ETAPA
1 Mark Cavendish (GBr) Deceuninck-QuickStep 3:17:26
2 Jasper Philipsen (Bel) Alpecin-Fenix m.t.
3 André Greipel (Ale) Israel Start-up Nation m.t.
4 Arvid de Kleijn (Hol) Rally Cycling m.t.
5 Stanislaw Aniolkowski (Pol) Bingoal WB m.t.

TOP 5 DA CLASSIFICAÇÃO GERAL
1 Mark Cavendish (GBr) Deceuninck-QuickStep 4:52:54
2 Arvid de Kleijn (Ned) Rally Cycling m.t.
3 Jasper Philipsen (Bel) Alpecin-Fenix 0:00:04
4 Kristoffer Halvorsen (Nor) Uno-X Pro Cycling Team m.t.
5 André Greipel (Ger) Israel Start-up Nation 0:00:06

LEIA MAIS
Site oficial do evento