Por causa de quarentena, Malacarne é dúvida em Albstadt

HomeCompetições

Por causa de quarentena, Malacarne é dúvida em Albstadt

Paranaense já está na Europa e pronto para começar sua primeira temporada internacional com a equipe britânica Trinity Racing

Alex Malacarne pronto para a estreia com a equipe britânica Trinity Racing

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação

O brasileiro Alex Malacarne finalmente está pronto pra estrear na equipe britânica Trinity Racing. O paranaense de Medianeira chegou quinta-feira (29 de abril) na Europa para começar sua primeira temporada internacional. A primeira corrida seria a etapa de abertura da Copa do Mundo de MTB, em Albstadt, na Alemanha, no próximo sábado (8 de maio) na prova da Sub 23, mas sua participação ainda é uma dúvida por causa da exigência do período de quarentena para quem chega do Brasil devido à pandemia coronavírus.

 

“Eu ainda estou vendo se vou conseguir correr em Albstadt. Eu estou na Bélgica e a Alemanha está com restrições mais rígidas do que a Bélgica. Só conseguir vir agora, depois de conseguir uma autorização do consulado belga. Na Bélgica preciso cumprir sete dias de quarentena, mas na Alemanha são dez dias. Estamos vendo as possibilidades de apresentar alguns testes negativos pra ver se consigo participar. Não tenho nada confirmado”, contou ao Bikemagazine.

Malacarne tem passado por muitas incertezas por causa da pandemia. “Tudo está incerto, essa viagem mesmo eu só acreditei que estava indo para a Europa dentro do avião. Foram muitas remarcações de voo. Na Copa do Mundo eu só vou acreditar quando estiver com o numeral, na largada.”

Caso não estreie mesmo em Albstadt, o brasileiro terá presença garantida na próxima rodada, em Nove Mesto, na República Tcheca, nos dias 15 e 16 de maio.

VÍDEO
Para comemorar sua mudança de equipe foi lançado um vídeo que conta um pouco de sua trajetória. Confira:


Mais sobre Alex Malacarne

Em 2020, em seu último ano na categoria Junior, Malacarne se destacou ao encerrar o ranking mundial UCI MTB XCO na 5ª colocação. Na etapa da Copa do Mundo em Nove Mesto, na República Tcheca, largou na primeira fila e ficou em 6º lugar.

Depois de estrear no Mundial de MTB em 2018, no Canadá, quando terminou na 28ª colocação, encerrou a disputa de 2021, em Leogang, na Áustria, em 16º.

A conquista de um lugar na equipe Trinity, a mesma que revelou o britânico Tom Pidcock (campeão mundial de 2020 na Sub 23 e que em 2021 passou a integrar a Ineos Grenadiers), foi um “trabalho de formiguinha”, lembra. “Passei por um período de treinamento no Centro da UCI (União Ciclística Internacional) em Aigle, na Suíça, e lá conheci o suíço Christoph Sauser. Com a indicação dele e a ajuda da equipe Specialized Brasil tive a oportunidade de assinar com a Trinity.”

Em 2021, além de etapas da Copa do Mundo de MTB, Malacarne deve disputar o Mundial de XCO e também algumas provas de estrada. Uma conquista e tanto para o vencedor do reality “O Próximo Pro”, de 2018, cujo prêmio era um lugar na equipe Specialized Racing BR. “A Specialized BR foi minha primeira equipe profissional, entrei no final de 2018 e foi um tempo de muito aprendizado, foi a primeira vez que integrei uma equipe com estrutura profissional.”

O paranaense Alex Malacarne estreou na equipe Specialized Brasil em 2018

Malacarne começou no esporte em 2016, quando se mudou para Criciúma (SC) em 2016 para integrar a equipe Bike Point. “Na época disputei provas de estrada e de MTB, era um dos únicos que também corria provas de mountain bike. Fui campeão brasileiro de contrarrelógio e também ganhei no XCO naquele ano”, lembra.