Giro: Ewan vence a 7ª etapa; Valter segura maglia rosa

HomeCompetições

Giro: Ewan vence a 7ª etapa; Valter segura maglia rosa

Australiano fatura sua segunda vitória no Giro 2021 ao responder a ataque de Gaviria e cronometrar seu sprint com perfeição

Caleb Ewan vence a 7ª etapa em Termoli

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação/LaPresse

O australiano Caleb Ewan (Lotto Soudal) venceu nesta sexta-feira (14 de maio) a 7ª etapa do Giro d’Italia, com 181 km entre Notaresco e Termoli. Ewan ultrapassou Fernando Gaviria (UAE Emirates), que tinha atacado bem antes, e cronometrou seu sprint com perfeição, faturando sua segunda vitória no Giro 2021, depois de vencer a 5ª etapa, e a liderança da classificação por pontos.

Davide Cimolai (Isarel Start-Up Nation) e Tim Merlier (Alpecin-Fenix) ficaram em 2º e 3º. Gaviria, que tentou pegar seus rivais desprevenidos e chegou a abrir uma boa vantagem, terminou em 6º.

A Lotto Soudal embalou Ewan com perfeição e o australiano foi o primeiro a reagir ao movimento de Gaviria. O australiano conquistou a 30ª vitória em etapas no Giro d’Italia para a Jumbo-Visma. “A equipe fez um trabalho muito bom. O ponto mais importante para mim foi o início da subida porque se conseguisse uma corrida livre e uma boa subida ia conseguir poupar energia. Mas foi uma finalização super difícil de qualquer maneira”, contou Ewan.

Caleb Ewan vence pela segunda vez no Giro 2021

“Vencer ou perder sempre depende muito do trabalho dos meus companheiros. Às vezes sou um pouco exigente com eles, mas sei o quanto são fundamentais para alcançar todo o sucesso e sempre dando 100 % para me ajudar a vencer”, continuou Ewan.

“Minhas pernas estavam doendo no final, mas tive que reagir. Se fosse outro, e não Gaviria, teríamos esperado um pouco, mas quando ele sai sabemos que ali há força e velocidade. Por volta dos 200 metros eu acelerei muito. Estou sempre super motivado para conseguir vencer o máximo de etapas que puder”, finalizou o australiano.

Ewan é o novo maglia ciclamino, da classificação por pontos

A 7ª etapa do Giro desceu a costa do Adriático até Termoli e foi a última chance para os velocistas conseguirem uma vitória antes de duas etapas de montanha do final de semana. Uma subida de categoria 4 em Chieti (4,7 km a 5,9%) foi a única dificuldade do dia, com 62,5 km rodados.

Três ciclistas escaparam logo no início: o italiano Umberto Marengo (Bardiani-CSF-Faizanè) saiu na frente pela terceira vez na corrida e contou com a companhia de Simon Pellaud (Androni Giocattoli-Sidermec) e Mark Christian (Eolo-Kometa). O trio seguiu junto e chegou a abrir 5 minutos de vantagem.

O húngaro Attila Valter em sua estreia com a maglia rosa

O húngaro Attila Valter (Groupama-FDJ) contou com o bom trabalho da equipe e manteve a maglia rosa de líder da classificação geral conquistada na etapa anterior. “Eu me senti com sorte por vestir a maglia rosa. Eu me senti mais respeitado e quero agradecer todos que vieram me dar parabéns. Cruzamos muitos lugares lindos e quando ouvia gente torcendo pela maglia rosa não conseguia acreditar que tudo o que estou vivenciando é verdade”, disse Valter, de 22 anos, que se tornou o primeiro húngaro a vestir a camisa rosa na história da competição e também lidera a maglia branca da classificação de melhor jovem.

“Houve uma reação incrível na Hungria, mais do que eu esperava. Muitos meios de comunicação, mesmo os não esportivos, divulgaram a notícia dessa maglia rosa. É bom porque sinto que as pessoas estão começando a aprender mais sobre o ciclismo no meu país. Agora vou estudar cuidadosamente a rota de amanhã, mas o mais importante é manter a calma sem me estressar muito. Temos etapas difíceis pela frente. Vou precisar dormir bem esta noite para se recuperar e ter boas pernas amanhã”, completou o líder.

Valter tem 11 segundos de vantagem sobre o belga Remco Evenepoel (Deceuninck-QuickStep) e 16 segundos sobre o colombiano Egan Bernal (Ineos Grenadiers), que estão em 2º e 3º.

MELHORES MOMENTOS

TOP 10 DA ETAPA
1 Caleb Ewan (Aus) Lotto Soudal 4:42:12
2 Davide Cimolai (Ita) Israel Start-up Nation m.t.
3 Tim Merlier (Bel) Alpecin-Fenix m.t.
4 Matteo Moschetti (Ita) Trek-Segafredo m.t.
5 Andrea Pasqualon (Ita) Intermarché-Wanty-Gobert Matériaux m.t.
6 Fernando Gaviria Rendon (Col) UAE Team Emirates m.t.
7 Dylan Groenewegen (Ned) Jumbo-Visma m.t.
8 Max Kanter (Ger) Team DSM m.t.
9 Filippo Fiorelli (Ita) Bardiani CSF Faizane’ m.t.
10 Juan Sebastian Molano Benavides (Col) UAE Team Emirates m.t.

TOP 10 DA CLASSIFICAÇÃO GERAL
1 Attila Valter (Hun) Groupama-FDJ 26:59:18
2 Remco Evenepoel (Bel) Deceuninck-QuickStep 0:00:11
3 Egan Bernal Gomez (Col) Ineos Grenadiers 0:00:16
4 Aleksandr Vlasov (Rus) Astana-Premier Tech 0:00:24
5 Louis Vervaeke (Bel) Alpecin-Fenix 0:00:25
6 Hugh Carthy (GBr) EF Education-Nippo 0:00:38
7 Damiano Caruso (Ita) Bahrain Victorious 0:00:39
8 Giulio Ciccone (Ita) Trek-Segafredo 0:00:41
9 Daniel Martin (Irl) Israel Start-up Nation 0:00:47
10 Simon Yates (GBr) Team BikeExchange 0:00:49

AS CAMISAS
Maglia Rosa: classificação geral – Attila Valter (Groupama – FDJ)
Maglia Ciclamino: classificação por pontos – Caleb Ewan (Lotto Soudal)
Maglia Azzurra: classificação de montanha – Gino Mäder (Bahrain Victorious)
Maglia Bianca: classificação de melhor jovem – Attila Valter (Groupama – FDJ)

Próxima etapa
Neste sábado, a 8ª etapa terá 170 km entre Foggia e Guardia Sanframondi. O pelotão volta aos Apeninos para um dia com uma chegada desafiadora e uma única subida longa. A primeira parte, até Campobasso, será por vias rápidas e largas e, principalmente, retas. Depois de Campobasso chega-se a Matese onde se encontra a Salita di Bocca della Selva (mais de 20 km), seguida de uma descida muito longa que termina a quase 10 km do final. Tudo em subida. Os últimos 2 km contam com subidas em torno de 10% de inclinação. Já dentro da área de Guardia Sanframondi, as encostas suavizam perto dos 400 metros finais.

AS ETAPAS
Etapa 1 – 8 de maio – Turim – Turim (ITT) – 8,6 km
Etapa 2 – 9 de maio – Stupinigi – Novara – 173 km
Etapa 3 – 10 de maio – Biella – Canale – 190 km
Etapa 4 – 11 de maio – Piacenza – Sestola – 187 km
Etapa 5 – 12 de maio – Modena – Cattolica – 177 km
Etapa 6 – 13 de maio – Grotte di Frasassi – Ascoli Piceno – 160 km
Etapa 7 – 14 de maio – Notaresco – Termoli – 181 km
Etapa 8 – 15 de maio – Foggia – Guardia Sanframondi – 170 km
Etapa 9 – 16 de maio – Castel di Sangro – Campo Felice – 160 km
Etapa 10 – 17 de maio – L’Aquila – Foligno – 140 km

18 de maio – Dia de descanso 1

Etapa 11 – 19 de maio – Perugia – Montalcino – 163 km
Etapa 12 – 20 de maio – Siena – Bagno di Romagna – 209 km
Etapa 13 – 21 de maio – Ravenna – Verona – 197 km
Etapa 14 – 22 de maio – Cittadella – Monte Zoncolan – 205 km
Etapa 15 – 23 de maio – Grado – Gorizia – 145 km
Etapa 16 – 24 de maio – Sacile – Cortina d’Ampezzo – 212 km

25 de maio – Dia de descanso 2

Etapa 17 – 26 de maio – Canazei – Sega di Ala – 193 km
Etapa 18 – 27 de maio – Rovereto – Stradella – 228 km
Etapa 19 – 28 de maio – Abbiategrasso – Alpe di Mera – 178 km
Etapa 20 – 29 de maio – Verbania – Valle Spluga-Alpe Motta – 164 km
Etapa 21 – 30 de maio – Senago – Milão – 29,4 km (ITT)

LEIA MAIS
Giro d’Italia no Bikemagazine

Site oficial do evento