Giro: etapa rainha nesta segunda-feira vai a 2.239m de altitude

HomeCompetiçõesGiro D'Itália

Giro: etapa rainha nesta segunda-feira vai a 2.239m de altitude

Duro percurso nas Dolomitas, com mais de 5.500 metros de subida acumulada, tem três escaladas memoráveis: Passo Fedaia (Montagna Pantani), Passo Pordoi (Cima Coppi) e Passo Giau

Altimetria da 16ª etapa do Giro 2021

*Confira reportagem atualizada. A etapa foi modificada devido ao mau tempo. 

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação/LaPresse

O pelotão do Giro d’Italia 2021 encara nesta segunda-feira (26 de maio) a etapa rainha da competição, de Sacile a Cortina d’Ampezzo, com 212 km de um duro percurso nas Dolomitas, com mais de 5.500 metros de subida acumulada e três escaladas memoráveis: Passo Fedaia (Montagna Pantani), Passo Pordoi (Cima Coppi, o ponto mais alto desta edição do Giro, a 2.239 metros de altitude) e o Passo Giau (2.233 metros de altitude) antes da chegada na turística Cortina d’Ampezzo, que sediará os Jogos Olímpicos de Inverno em 2026.

 

São subidas de categoria 1 que entraram para a história do ciclismo, em particular o Pordoi, que em 2021 comemora a sua 41ª presença no Giro, das quais 16 vezes escalado pelo lado do Veneto. A estreia do Pordoi remonta a 1940 e, nas três edições do pós-guerra (1947/48/49), foi o lendário Fausto Coppi quem escreveu ali o seu nome no ranking dos vencedores do Grande Prêmio de Montanha (GPM).

A etapa começa com a longa subida La Crosetta, de categoria 1 (11,6 km a 7,1%) logo após o início da travessia na região de Cansiglio. A descida em direção ao Lago Santa Croce antecede uma curta subida nas encostas do Nevegal para chegar a Belluno, que é exigente nos seus declives.

Em seguida, o percurso sobe o vale Cordevole cruzando Agordo até Alleghe e Caprile, onde começa o Passo Fedaia, de categoria 1 (14km a 7,6%),  a Montanha Pantani deste ano (em homenagem ao lendário ciclista italiano), acima de 2.000 metros que, em seus trechos mais íngremes, chega a 18% de inclinação.

O pelotão desce para Canazei para se dirigir ao Passo Pordoi, com inclinações constantes em torno de 6% em todos os seus 12 km. Depois vem uma descida rápida em Arabba e, então, chega a hora de escalar o Passo Giau, com seus 10 km praticamente a 10%.

CONFIRA AS ALTIMETRIAS

AS ETAPAS
Etapa 1 – 8 de maio – Turim – Turim (ITT) – 8,6 km
Etapa 2 – 9 de maio – Stupinigi – Novara – 173 km
Etapa 3 – 10 de maio – Biella – Canale – 190 km
Etapa 4 – 11 de maio – Piacenza – Sestola – 187 km
Etapa 5 – 12 de maio – Modena – Cattolica – 177 km
Etapa 6 – 13 de maio – Grotte di Frasassi – Ascoli Piceno – 160 km
Etapa 7 – 14 de maio – Notaresco – Termoli – 181 km
Etapa 8 – 15 de maio – Foggia – Guardia Sanframondi – 170 km
Etapa 9 – 16 de maio – Castel di Sangro – Campo Felice – 158 km
Etapa 10 – 17 de maio – L’Aquila – Foligno – 139 km

18 de maio – Dia de descanso 1

Etapa 11 – 19 de maio – Perugia – Montalcino – 163 km
Etapa 12 – 20 de maio – Siena – Bagno di Romagna – 212 km
Etapa 13 – 21 de maio – Ravenna – Verona – 198 km
Etapa 14 – 22 de maio – Cittadella – Monte Zoncolan – 205 km
Etapa 15 – 23 de maio – Grado – Gorizia – 147 km
Etapa 16 – 24 de maio – Sacile – Cortina d’Ampezzo – 212 km

25 de maio – Dia de descanso 2

Etapa 17 – 26 de maio – Canazei – Sega di Ala – 193 km
Etapa 18 – 27 de maio – Rovereto – Stradella – 228 km
Etapa 19 – 28 de maio – Abbiategrasso – Alpe di Mera – 178 km
Etapa 20 – 29 de maio – Verbania – Valle Spluga-Alpe Motta – 164 km
Etapa 21 – 30 de maio – Senago – Milão – 29,4 km (ITT)

LEIA MAIS
Giro d’Italia no Bikemagazine

Site oficial do evento