Criterium du Dauphine: Richie Porte é o campeão; Padun vence etapa final

HomeCiclismo

Criterium du Dauphine: Richie Porte é o campeão; Padun vence etapa final

Depois de ficar duas vezes em segundo lugar, australiano conquista o título em 2021; jovem ucraniano Mark Padun vence a etapa final

Richie Porte comemora o título da Criterium du Dauphine 2021

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação/ASO

Richie Porte (Ineos Grenadiers) confirmou neste domingo (6 de junho) o título de campeão da Criterium du Dauphine 2021. O australiano de 36 anos, que já tinha sido vice-campeão da prova duas vezes, em 2013 e em 2017, conquistou a camisa amarela na etapa anterior e contou com o companheiro de equipe Geraint Thomas na etapa final para garantir o lugar mais alto do pódio.

Durante a etapa final nos Alpes, de Haute-Savoie até Les Gets, com seis escaladas classificadas, incluindo o Col des Aravis (6,7 km a 7%), Col de la Colombière (11,7 km a 5,8%) e a hors catégorie Col de Joux Plane (11,6 km a 8,5%), Porte se defendeu de muitos ataques nos quilômetros finais e encerrou com 17 segundos de vantagem sobre Alexey Lutsenko (Astana-Premier Tech). Thomas, que caiu na descida final, mas se recuperou rapidamente, terminou em 3º, a 29 segundos.

“Estou nas nuvens. Depois de ficar em segundo duas vezes nesta corrida, finalmente venci. Todos os sacrifícios, o tempo longe da minha esposa e dois filhos, valeram a pena. A equipe foi absolutamente brilhante hoje. Conheço bem a descida Col de Joux Plane, por isso decidi fazê-la no meu próprio ritmo”, contou o segundo australiano a vencer a disputa depois de Phil Anderson, há 36 anos, em 1985, ano em que Porte nasceu.

Segunda vitória seguida para o ucraniano Mark Padun, de 24 anos

O ucraniano Mark Padun (Bahrain Victorious) conquistou a segunda vitória em etapa seguida. O jovem de 24 anos escapou e faturou mais uma vitória solo, com 1min36s de vantagem. Jonas Vingegaard (Jumbo-Visma) e Patrick Konrad (Bora-Hansgrohe) ficaram em 2º e 3º. Tanto esforço rendeu a Padun a vitória da classificação de montanha no último dia.

O ucraniano deixou seus companheiros de fuga nas primeiras encostas do Col de Joux Plane, a pouco menos de 30 quilômetros da meta, e seguiu sozinho. Na chegada, muito feliz, comemorou sua segunda vitória World Tour. “Tudo parecia tão fácil hoje, foi incrível”, comemorou.

A fuga escapou cedo, com Julien Bernard (Trek-Segafredo) e Franck Bonnamour (B&B Hotels p / b KTM), que depois tiveram a companhia de Valentin Madouas (Groupama-FDJ), Guillaume Martin (Cofidis), Jonas Vingegaard (Jumbo -Visma), Jorge Arcas, Imanol Erviti (Movistar), Patrick Konrad, Nils Politt (Bora-Hansgrohe), Dorian Godon (AG2R Citroën), Warren Barguil (Arkéa Samsic), Harry Sweeny (Lotto Soudal), Mark Padun (Bahrain Victorious ), Kenny Elissonde (Trek-Segafredo), Pierre Rolland (B&B Hotels p / b KTM) e Sander Armée (Qhubeka Assos).

O pelotão na descida do Col de la Colombière

A vantagem dos escapados chegou a 5 minutos, com um grupo menor composto por Tim Wellens (Lotto Soudal), Michael Valgren (EF Education-Nippo), Martijn Tusveld (DSM), Jan Bakelants (Intermarché-Wanty Gobert) tentando buscar.

Como havia feito anteriormente na escalada anterior de categoria 2, Padun obteve o máximo de pontos no topo do Aravis e assumiu o segundo lugar na classificação de montanha. Quando então liderou no Col de la Colombière, de categoria 1, o ucraniano assumiu a liderança e faturou a camisa de bolinhas.

TOP 10 DA ETAPA 8
1 Mark Padun (Ucr) Bahrain Victorious 4:06:49
2 Jonas Vingegaard (Din) Jumbo-Visma 0:01:36
3 Patrick Konrad (Aut) Bora-Hansgrohe m.t.
4 Ben O’Connor (Aus) AG2R Citroën Team 0:01:57
5 David Gaudu (Fra) Groupama-FDJ 0:02:10
6 Geraint Thomas (GBr) Ineos Grenadiers m.t.
7 Alexey Lutsenko (Kaz) Astana-Premier Tech m.t.
8 Richie Porte (Aus) Ineos Grenadiers m.t.
9 Jack Haig (Aus) Bahrain Victorious m.t.
10 Guillaume Martin (Fra) Cofidis m.t.

TOP 10 DA CLASSIFICAÇÃO GERAL
1 Richie Porte (Aus) Ineos Grenadiers 29:37:05
2 Alexey Lutsenko (Kaz) Astana-Premier Tech 0:00:17
3 Geraint Thomas (GBr) Ineos Grenadiers 0:00:29
4 Wilco Kelderman (Hol) Bora-Hansgrohe 0:00:33
5 Jack Haig (Aus) Bahrain Victorious 0:00:34
6 Miguel Angel Lopez Moreno (Col) Movistar Team 0:00:38
7 Ion Izagirre Insausti (Esp) Astana-Premier Tech
8 Ben O’Connor (Aus) AG2R Citroën Team 0:00:47
9 David Gaudu (Fra) Groupama-FDJ 0:01:12
10 Tao Geoghegan Hart (GBr) Ineos Grenadiers 0:01:57

AS CAMISAS
Camisa amarela – Classificação geral – Richie Porte (Ineos Grenadiers)
Camisa verde – Classificação por pontos – Sonny Colbrelli (Bahrain Victorious)
Camisa azul de bolinhas brancas – Classificação de montanha – Mark Padun (Bahrain Victorious)
Camisa branca – Classificação de melhor jovem – David Gaudu (Groupama-FDJ)

AS ETAPAS
Etapa 1 – 30 de maio – Issoire – Issoire – 181,8 km
Etapa 2 – 31 de maio – Brioude – Saugues – 172, 8 km
Etapa 3 – 1 de junho – Langeac – Saint-Haon-Le-Vieux – 172,2 km
Etapa 4 – 2 de junho – Firminy – Roche-la-Molière – 16,4 km (contrarrelógio)
Etapa 5 – 3 de junho – Saint-Chamond – Saint-Vallier – 175, 4 km
Etapa 6 – 4 de junho – Loriol-sur-Drôme – Le Sappey-en-Chartreuse – 167,2 km
Etapa 7 – 5 de junho – Saint-Martin-Le-Vinoux – La Plagne – 171,1 km
Etapa 8 – 6 de junho – La Léchère-Les-Bains – Les Gets – 147 km

LEIA MAIS
Criterium du Dauphine no Bikemagazine

Site oficial do evento

ÚLTIMO KM