Jogos de Tóquio: Nibali é confirmado na seleção da Itália

HomeCompetições

Jogos de Tóquio: Nibali é confirmado na seleção da Itália

Nibali vai disputar os Jogos Olímpicos pela 4ª vez; seleção italiana terá ainda Damiano Caruso, Alberto Bettiol, Giulio Ciccone, Filippo Ganna e Gianni Moscon

Nibali no Tour de France 2021

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação

Durante a 3ª etapa do Tour de France, nesta segunda-feira (28 de junho), o técnico italiano Davide Cassani confirmou os escolhidos para a prova do ciclismo de estrada dos Jogos de Tóquio pela seleção da Itália, que tem direito a cinco vagas. Vincenzo Nibali, que era dúvida, foi enfim confirmado depois de sua boa atuação nos dois primeiros dias do Tour.

Nibali, de 36 anos, que integra a equipe Trek-Segafredo, vai disputar os Jogos Olímpicos pela quarta vez, depois das participações em Pequim-2008, Londres-2012 e Rio-2016. A prova no circuito do Monte Fuji será no dia 24 de julho.

Depois de ter seu nome confirmado, a presença de Nibali no Tour de France pode estar com os dias contados. Em entrevista antes do Tour, o italiano afirmou que abandonaria a prova, que termina dia 18 de julho, para se dedicar aos Jogos de Tóquio.

Nos Jogos Rio-2016, Nibali estava bem perto de uma medalha quando caiu na descida rumo aos 10 quilômetros finais.

Damiano Caruso no Giro 2021

Além de Nibali, a equipe contará ainda com Damiano Caruso (Bahrain-Victorious), 2º colocado no Giro d’Italia 2021, Alberto Bettiol (Ef Education First), que venceu uma etapa do Giro 2021, Giulio Ciccone (Trek-Segafredo) e Gianni Moscon (Ineos-Grenadiers).

Para a prova de contrarrelógio, no dia 28 de julho, a Itália tem direito a duas vagas, que serão preenchidas pelo campeão mundial Filippo Ganna (Ineos Grenadiers) e Bettiol. Após a disputa, Ganna ainda vai disputar no ciclismo de pista, na prova de perseguição por equipes.

No ciclismo feminino, Elisa Longo Borghini estará na disputa de estrada e de contrarrelógio.

Circuito olímpico
A prova olímpica será no exigente Fuji International Speedway no dia 24 de julho. Serão 234 km de percurso com 4.865 metros de subida acumulada e circuito final com uma subida de 6,8km com uma média de 10,2% de inclinação, com máxima de 12,6%. Os ciclistas vão largar da área metropolitana de Tóquio e seguirão para o Oeste em direção à região do Monte Fuji.

A prova de contrarrelógio individual terá um total de 44,2km em um circuito de 22,1km, com duas voltas para os homens no circuito Speedway.

Vale lembrar que o Brasil não conseguiu vaga no ciclismo de estrada.

LEIA MAIS
Jogos de Tóquio no Bikemagazine