Tour 2021: Cavendish vence 4ª etapa e fatura sua 31ª vitória no Tour

HomeCompetições

Tour 2021: Cavendish vence 4ª etapa e fatura sua 31ª vitória no Tour

Sprintista britânico, que foi convocado para a disputa na última hora e não vencia no Tour de France desde 2016, é o novo camisa verde

Cavendish é o novo líder da classificação por pontos do Tour 2021

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação/ASO

Mark Cavendish (Deceuninck-QuickStep) venceu nesta terça-feira (29 de junho) a 4ª etapa do Tour de France com um forte sprint em Fougères que fez muitos fãs relembrarem os bons tempos do britânico, cuja última vitória no Tour tinha sido em 2016. Cavendish já tinha vencido na mesma chegada há seis anos.

Com a vitória, Cavendish é o novo camisa verde da classificação por pontos, que estava com seu companheiro de equipe, Julian Alaphilippe. O campeão mundial trabalhou na chegada para o colega e foi um dos primeiros a festejar a vitória com ele, que estava muito emocionado.

“Vencer aqui é especial. Achei que nunca mais voltaria a esta corrida. Agradeço a toda equipe. Nos quilômetros finais perdemos Davide Ballerini, que ia lançar o meu sprint, mas aí o camisa verde e campeão mundial Julian Alaphilippe se colocou a meu serviço. Você vê aí que equipe é essa. Tanta gente acreditando em mim”, disse Cavendish.

“Eu não desejo nunca que coisas ruins aconteçam a outras pessoas … porque já aconteceu comigo antes. Nunca desista. É uma mensagem para todos que estão passando por uma situação difícil. Você pode sempre voltar. Nunca desista. Essa é a minha mensagem. Três semanas atrás, eu nem teria sonhado em ganhar uma etapa como esta”, completou.

 

Cavendish, que disputou o Tour pela última vez em 2018, foi convocado na última hora, depois que o irlandês Sam Bennett se machucou em um treino. Nesta etapa, conquistou sua 31ª vitória no Tour (venceu quatro etapas em 2008, seis em 2009, cinco em 2010, cinco em 2011, três em 2012, duas em 2013, uma em 2015 e quatro em 2016). Vale destacar que o britânico é o segundo ciclista com mais vitórias em etapas no Tour, superado apenas pela lenda belga Eddy Merckx, que somou 34.

A chegada foi de tirar o fôlego, com o belga Brent Van Moer (Lotto Soudal), sobrevivente da fuga do dia, tentando a vitória até os 250 metros finais. Mas os velocistas se aproximaram e a disputa seria, como o esperado, no sprint.

Britânico fatura sua 31ª vitória em etapas do Tour

Cavendish superou Nacer Bouhanni (Arkea-Samsic) e Jasper Philipsen (Alpecin-Fenix), que ficaram em 2º e 3º. Michael Matthews (BikeExchange) e Peter Sagan (Bora-Hansgrohe) terminaram em 4º e 5º.

Cavendish, que estava à beira da aposentadoria, ganhou nova chance na temporada 2021 depois que o chefe da equipe Patrick Lefevere resolveu levá-lo de volta ao time, que integrou entre 2013 e 2015. Logo mostrou que estava em forma ao conquistar cinco vitórias antes do Tour.

“A gente tem mais de 100 vitórias em Grand Tours, mas eu nunca tinha visto a equipe toda chorando! Coisas que só uma vitória como esta pode fazer”, comentou Lefevere após a etapa.

Van der Poel segura a camisa amarela

Não houve mudanças na classificação geral, com Mathieu van der Poel (Alpecin-Fenix) ainda com a camisa amarela para a 5ª etapa do Tour, um contrarrelógio de 27,2 km entre Changé e Laval Espace Mayenne.

Alaphilippe é o 2º, a 8 segundos, Richard Carapaz (Ineos Grenadiers) é o 3º e Wout Van Aert (Jumbo-Visma) o 4º, ambos a 31 segundos.

A dupla escapada Périchon e Van Moer

A etapa de Redon a Fougères, com 150,4 km, começou sem Caleb Ewan (Lotto-Soudal), que caiu na chegada do dia anterior e teve fraturas. O pelotão largou com 177 ciclistas. O companheiro de equipe de Ewan, Brent Van Moer, foi o primeiro a atacar no km 10. Pierre-Luc Périchon (Cofidis) reagiu e eles seguiram juntos praticamente até o final.

Van Moer superou Périchon no sprint intermediário em Vitré (km 114) . O pelotão estava a 1min20s. Faltando 15 km para a chegada, a diferença caiu para 30s quando a Ineos Grenadiers acelerou. Van Moer partiu sozinho 14 km antes do final e deu tudo para tentar se defender do pelotão.

ÚLTIMO KM

TOP 10 DA ETAPA
1 Mark Cavendish (GBr) Deceuninck-QuickStep 3:20:17
2 Nacer Bouhanni (Fra) Team Arkea-Samsic m.t.
3 Jasper Philipsen (Bel) Alpecin-Fenix m.t.
4 Michael Matthews (Aus) Team BikeExchange m.t.
5 Peter Sagan (Svk) Bora-Hansgrohe m.t.
6 Cees Bol (Hol) Team DSM m.t.
7 Christophe Laporte (Fra) Cofidis m.t.
8 Mads Pedersen (Din) Trek-Segafredo m.t.
9 Boy van Poppel (Hol) Intermarché-Wanty-Gobert Matériaux m.t.
10 André Greipel (Ale) Israel Start-up Nation m.t.

TOP 10 DA CLASSIFICAÇÃO GERAL
1 Mathieu van der Poel (Hol) Alpecin-Fenix 16:19:10
2 Julian Alaphilippe (Fra) Deceuninck-QuickStep 0:00:08
3 Richard Carapaz (Equa) Ineos Grenadiers 0:00:31
4 Wout Van Aert (Bel) Jumbo-Visma m.t.
5 Wilco Kelderman (Hol) Bora-Hansgrohe 0:00:38
6 Tadej Pogacar (Slo) UAE Team Emirates 0:00:39
7 Enric Mas Nicolau (Esp) Movistar Team 0:00:40
8 Nairo Quintana (Col) Team Arkea-Samsic
9 Pierre Latour (Fra) TotalEnergies 0:00:45
10 David Gaudu (Fra) Groupama-FDJ 0:00:52

AS CAMISAS
Camisa amarela – classificação geral – Mathieu van der Poel (Alpecin-Fenix)
Camisa verde – classificação por pontos – Mark Cavendish (Deceuninck-QuickStep)
Camisa de bolinhas vermelhas – classificação de montanha – Ide Schelling (Bora-Hansgrohe)
Camisa branca – classificação de melhor jovem – Tadej Pogacar (UAE Emirates)
Ciclista mais combativo da etapa – Brent Van Moer (Lotto Soudal)

Próxima etapa
Na 5ª etapa chega a vez do primeiro contrarrelógio individual. O percurso de Changé a Laval Espace Mayenne tem 27,2 km. A primeira semana do Tour não contava com uma crono tão longa desde 2008.

Altimeutria da 5ª etapa, o primeiro contrarrelógio do Tour 2021

AS ETAPAS
Etapa 1 – 26 de junho – Brest – Landerneau – 197,8 km
Etapa 2 – 27 de junho – Perros-Gueirec – Mûr-de-Bretagne – 183,5 km
Etapa 3 – 28 de junho – Lorient – Pontivy – 182,9 km
Etapa 4 – 29 de junho – Redon – Fougeres – 150,4 km
Etapa 5 – 30 de junho – Changé – Laval Espace Mayenne – 27,2 km contrarrelógio individual
Etapa 6 – 1 de julho – Tours – Chateauroux – 160,6 km
Etapa 7 – 2 de julho – Vierzon – Le Creusot – 249,1 km
Etapa 8 – 3 de julho – Oyonnax – Le Grand-Bornand – 150,8 km
Etapa 9 – 4 de julho – Cluses – Tignes – 144,9 km
Dia de descanso 1
Etapa 10 – 6 de julho – Albertville – Valence – 190,7 km
Etapa 11 – 7 de julho – Sorgues – Malaucene – 198,9 km
Etapa 12 – 8 de julho – St-Paul-Trois – Chateaux Nimes – 159,4 km
Etapa 13 – 9 de julho – Nimes – Carcassonne – 219,9 km
Etapa 14 – 10 de julho – Carcassonne – Quillan – 183,7 km
Etapa 15 – 11 de julho – Céret – Andorre la Vieille – 191,3 km
Dia de descanso 2
Etapa 16 – 13 de julho – Pas de la Case – Saint-Gaudens 169 km
Etapa 17 – 14 de julho – Muret – Saint Lary Soulan-Col du Portet 178,4 km
Etapa 18 – 15 de julho – Pau – Luz Ardiden 129,7 km
Etapa 19 – 16 de julho – Mourenx – Libourne 207 km
Etapa 20 – 17 de julho – Libourne – Saint-Emilion – 30,8 km Contrarrelógio individual
Etapa 21 – 18 de julho – Chatou – Paris-Champs-Élysées 108,4 km

LEIA MAIS
Tour de France no Bikemagazine