HomeVariedades

5 dicas essenciais para treinar no inverno

Aquecer, usar as roupas adequadas e seguir uma alimentação que garanta mais energia são essenciais para pedalar no frio

Confira dicas para enfrentar os treinos em dias frios Foto: Viktor Bystrov/unsplash.com

Você sabia que, diferente do que muita gente acredita, o verão não é a melhor estação do ano para quem quer perder peso e queimar gordura enquanto treina? Por incrível que pareça, no inverno o seu corpo trabalha muito mais. Sabe por quê? Ele ajusta a sua temperatura corporal a todo momento. Com isso, o gasto calórico pode ser até 30% maior do que no verão.

No entanto, uma verdade precisa ser dita: treinar no inverno é realmente muito mais difícil. As baixas temperaturas, muitas vezes, são impeditivas para quem pedala com frequência durante o verão e não está acostumado com o inverno.

Por conta do frio é comum ciclistas iniciantes desistirem do treino. Principalmente se forem os treinos mais longos. Mas nós estamos aqui para dizer: não desista do treino! Existem dicas essenciais que vão fazer você treinar muito bem nos dias de frio e o melhor, sem passar o temido frio.

Tem dúvidas? Então olhe só:

1 – Não se esqueça do aquecimento

Fazer força com o corpo, sem o devido aquecimento, pode ocasionar lesões. Por isso, antes de sair pedalando por aí feito louco, tire de 15 a 20 minutos para o aquecimento.

Seus músculos e articulações agradecem!

2 – Use pelo menos três camadas de roupa

Para treinar no inverno, o recomendado é que você utilize pelo menos três camadas de roupa. A nossa sugestão é a seguinte:

  • Utilize como primeira camada uma segunda pele, daquelas que ficam bem justas ao corpo. A intenção é que você não tire ela do corpo em momento algum.
  • A sua segunda camada pode ser uma camiseta normal de bicicleta. Daquelas com bolso traseiro e zíper.
  • O recomendado para a última camada é uma jaqueta ou colete corta-vento.

Funcionará da seguinte forma: ficou com muito calor durante o treino? Você pode tirar uma das camadas para equilibrar a temperatura do corpo.

Por isso é importante você utilizar roupas de ciclismo. Elas costumam secar rapidamente, te deixando longe da umidade. Além disso, elas possuem bolsos específicos que podem servir para guardar outras camadas de roupa.

3 – Não ignore um bom corta-vento

 Você já utilizou uma jaqueta corta-vento? Caso a resposta seja positiva, você já sabe porque estamos falando para você não ignorá-la. Ela é um excelente aliado contra o frio. Existem modelos específicos para ciclistas. Vale a pena o investimento!

4 – Cubra bem a cabeça, o pescoço e as mãos

Essas três partes do corpo costumam ficar expostas durante o pedal. Por isso é importante que você encontre um jeito de protegê-las.

Deixamos aqui algumas sugestões:

Para a cabeça: touca, bandana ou até mesmo uma balaclava por baixo do capacete

Para o pescoço: você encontrará materiais específicos para proteção do pescoço, como as bandanas multifuncionais EcoHeads.

Para as mãos: luvas de dedos longos são uma excelente pedida. Nada pior do que a mão gelada durante o pedal

5 – Seu corpo precisará de mais comida durante o pedal

 Lembra que no início do texto falamos que o seu corpo trabalha mais no inverno? Justamente por isso que ele precisa de mais energia.

Nos pedais que possuem uma boa distância, os chamados longões, é necessário todo um planejamento. Caso contrário, você pode acabar quebrando.

Portanto, leve uma quantidade de alimentos maior do que você costuma levar para as suas pedaladas.

Onde você guarda sua bike?

Você seguiu as nossas dicas, superou o frio e voltou para casa? Onde você guarda a sua bicicleta? Segundo a especialista em decoração Juliana Perin, do portal Sweetesthome, está cada vez mais comum as pessoas acharem soluções criativas para guardar a bicicleta dentro de casa. “Quem mora em apartamento não costuma ter muito espaço. Por conta disso, é preciso inovar.  Deixar a bicicleta em qualquer lugar acaba sendo ruim, pois ela, além de ocupar um espaço indesejado, pode acabar sujando as paredes caso alguém passe pelo local e a derrube”, afirma Juliana.

“É por isso que a criatividade precisa aflorar. Hoje em dia existem suportes específicos para ajudar nesse estilo de decoração. Dessa forma, você pode colocar a bicicleta em diversos lugares: em uma parede de destaque do apartamento, na sacada ou até mesmo de forma suspensa”, completa.