Mundial de MTB: Schurter é campeão pela 9ª vez; Avancini é 7º

HomeCompetiçõesMountain bike

Mundial de MTB: Schurter é campeão pela 9ª vez; Avancini é 7º

Suíço recupera a camisa arco-íris depois de duelo com o compatriota Mathias Flückiger; confira os resultados dos brasileiros

Schurter na conquista de seu nono título mundial de XCO

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação/Michele Mondini

O suíço Nino Schurter, aos 35 anos, conquistou seu nono título mundial de cross country neste sábado (28 de agosto), em Val di Sole, na Itália. Schurter completou as 6 voltas no circuito de 4km (com 190m de ascensão) em 1h22min25s. A segunda colocação ficou com seu compatriota Mathias Flückiger, medalhista de prata em Tóquio.

O brasileiro Henrique Avancini largou bem, andou na frente na start loop, mas foi perdendo contato com os líderes a partir da segunda volta e concluiu em 7º, a 2min30s.

“Insano. Inacreditável. Eu não estava satisfeito com minha temporada até agora e esperava voltar e vencer na Itália e vencer o Mundial pela nona vez. Estou muito feliz e muito orgulhoso. Eu sabia que o Mathias estava mais forte e me esforcei para ficar com ele. Percebi que ele estava ficando cansado, mas foi bom trabalhar em equipe e ter a certeza de que ninguém pudesse nos alcançar”, contou Schurter, campeão olímpico no Rio de Janeiro e quarto colocado em Tóquio.

Os suíços Schurter e Flückiger escaparam e dominaram a prova

Schurter atacou ainda no início da primeira volta, com Avancini em sua roda. Mas o suíço provou estar em grande forma e dominou a prova do início ao fim. A partir da segunda volta, Flückiger se juntou a Schurter e a dupla foi ampliando a vantagem sobre os perseguidores volta a volta. A dupla abriu a última das seis voltas com uma vantagem de 44 segundos sobre o francês Victor Koretzky. Eles andaram juntos o tempo todo, com Schurter neutralizando todos os ataques.

No final da última descida, já no trecho plano dos metros finais, Schurter lançou um ataque e cruzou com 2 segundos de vantagem sobre seu compatriota.

Pódio do Mundial de MTB 2021

O francês Victor Koretzky ficou com a medalha de bronze e fechou o cronômetro a 1min14s de Schurter, depois de um duelo com o tcheco Ondrej Cink na quarta e na quinta volta. Cink  teve problemas mecânicos na penúltima volta e terminou em 16º.

A prova contou também com a presença dos brasileiros Luiz Cocuzzi (44º, a 7min29s), Ulan Galinski (49º, a 8min17s), Guilherme Muller (61º, a 10min16s) e Edson de Rezende Jr (82º, – 3 voltas).

TOP 10
1 Nino Schurter (Suíça) 1:22:31
2 Mathias Flückiger (Suíça) 0:00:02
3 Victor Koretzky (França) 0:01:08
4 Vlad Dascalu (Romênia) 0:01:36
5 Maximilian Brandl (Alemanha) 0:01:43
6 Samuel Gaze (Nova Zelândia) 0:02:30
7 Henrique Avancini (Brasil) m.t.
8 Alan Hatherly (África do Sul) 0:02:31
9 Filippo Colombo (Suíça) m.t.
10 Milan Vader (Holanda) 0:02:35

O chileno Martin Vidaurre Kossmann venceu na Sub 23

Sub 23
Na disputa do XCO Sub 23 masculino, o chileno Martin Vidaurre Kossmann conquistou a camisa arco-íris e um resultado histórico para o MTB sul-americano. O italiano Juri Zanotti foi prata e o suíço Joel Roth ficou com o bronze.

Do Brasil, Gustavo Xavier terminou em 27º e Alex Malacarne foi o 70°.

LEIA MAIS
Mundial de MTB no Bikemagazine